PIRAÍ DO NORTE

Renegociações de financiamentos de carros disparou 500% durante a pandemia

64% dos clientes pesquisados simplesmente optaram por devolver o automóvel no mês passado, aponta estudo da Deep Center

O número de renegociações de financiamentos de veículos disparou 500% durante o período da pandemia de covid-19, de março a agosto, em comparação com o ano passado, segundo levantamento feito pela Deep Center, empresa de gestão da informação, análise de dados e inteligência artificial.

Os acordos realizados em agosto tiveram um aumento de 9% em relação à média dos três meses anteriores (maio, junho e julho) e 64% dos clientes pesquisados simplesmente optaram por devolver o automóvel no mês passado.

Nas empresas de cartões de crédito, as renegociações cresceram 57% durante a pandemia e o não pagamento por falta de condição saltou 64%.

Entre os empréstimos pessoais, o número de clientes com interesse em negociar cresceu 29,2% em agosto em relação à média dos sete meses anteriores.

recusa por falta de condições de pagamento dos empréstimos subiu 11% na média dos três últimos meses em relação aos meses de janeiro a março, quando a pandemia de covid-19 teve início. Assim, o total de acordos realizados nesse intervalo caiu 31,1%.

“As incertezas provocadas pelo novo coronavírus implodiram os planos dos cidadãos para o ano. Dessa forma, é natural esperar um crescimento de renegociações para evitar a inadimplência, principalmente em setores que lidam com grande volume de dinheiro, como veículos, cartões e empréstimo pessoal”, explica Gabriel Camargo, presidente da Deep Center.

A pesquisa foi realizada com mais de 1 milhão de clientes de duas grandes instituições financeiras.

Fonte: Valor Investe

Tele Coronavírus 155 começa a funcionar para atender a população gratuitamente na Bahia