Portugal oferece ajuda à Alemanha para tratar doentes com covid-19

Caso seja aceite, apoio pode passar por receber doentes a precisar de cuidados intensivos ou pelo envio de equipas de profissionais de saúde para aquele país, tal como a Alemanha fez com Portugal no início do ano.

Chegada da equipa alemã, constituída por 26 profissionais, a Lisboa no início de Fevereiro deste ano LUSA/MARIO CRUZ

Portugal ofereceu ajuda à Alemanha, mostrando-se disponível para apoiar no tratamento de doentes com covid-19, numa altura em que aquele país enfrenta um pico de hospitalizações. A oferta retribui a ajuda dada a Portugal, quando no início do ano o governo alemão disponibilizou equipas de médicos e enfermeiros para tratar doentes nacionais.

A notícia foi avançada pela Rádio Renascença e confirmada ao PÚBLICO pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE). Caso seja aceite pela Alemanha, a ajuda pode passar por receber doentes daquele país, nomeadamente nos cuidados intensivos, ou pelo envio de profissionais de saúde portugueses para a Alemanha, que enfrenta um pico de casos de covid-19.

Portugal manifestou a sua disponibilidade para apoiar a Alemanha no âmbito da resposta à pandemia de Covid-19 naquele país, seja no acolhimento em Portugal de doentes que carecem de hospitalização em UCI (Unidades de Cuidados Intensivos), seja no envio para a Alemanha de uma equipa de médicos e enfermeiros”, disse fonte do MNE ao PÚBLICO.

A oferta de apoio está em apreciação, pelas autoridades alemãs, o tipo de ajuda de que poderão vir a necessitar da parte das Forças Armadas portuguesas ou do SNS”, acrescentou a mesma fonte.

Em Fevereiro deste ano, quando Portugal teve um pico de casos, hospitalizações e mortes associadas à covid-19, a Alemanha disponibilizou 26 profissionais de saúde – entre médicos e enfermeiros – que se deslocaram a Portugal para tratar doentes infectados que precisavam de cuidados intensivos. Os profissionais alemães dividiram-se em duas equipas e ficaram instalados no Hospital da Luz, em Lisboa.