Fazenda no Sul da Bahia furta mais de 500 mil reais em energia

Uma operação realizada pela Polícia Militar, com apoio de peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Teixeira de Freitas e técnicos da Coelba, identificou uma ligação clandestina na medição de energia elétrica em uma Fazenda, na zona rural do município de Prado, a 671 km de Salvador. A Coelba estima que o furto tenha gerado uma perda de 1,2 GWh (Gigawatt-hora). A propriedade deixou de pagar R$ 564 mil em faturas de energia elétrica, valor estimado considerando a carga instalada para irrigação da plantação e o período de quatro anos de irregularidade da unidade.

A inspeção foi solicitada pela concessionária após encontrar indícios de fraudes nas instalações elétricas da fazenda. Técnicos da Coelba identificaram que o desvio de energia elétrica era feito diretamente da rede de distribuição de energia da localidade. O responsável pela propriedade foi conduzido para a delegacia para prestar esclarecimentos. Além de efetuar a cobrança dos valores devidos de energia elétrica.

A concessionária de energia elétrica apresentou notícia-crime junto à Delegacia da região para a aplicação das sanções previstas em lei. O furto de energia é crime, sujeito às penalidades do artigo 155 do Código Penal Brasileiro, cuja pena pode alcançar até oito anos de reclusão, além de representar riscos de acidentes graves à população​.

Fonte: Coelba
JIU JITSU FERNANDO MEIRA