Bolsonaro informa que não irá ao Fórum Mundial de Davos

Em seu lugar, o representante do governo brasileiro deve ser o ministro da Economia, Paulo Guedes

Foto: Reprodução/G1

O presidente Jair Bolsonaro informou ao Itamaraty que não irá ao Fórum Mundial de Davos neste ano, segundo fontes do governo. O evento ocorre daqui a duas semanas de forma presencial após dois anos.

Em seu lugar, o representante do governo brasileiro deve ser o ministro da Economia, Paulo Guedes. Um grupo de empresários brasileiros também deverá ir ao encontro.

A ideia na Economia é que o ministro fale sobre recuperação econômica do Brasil, agenda de reformas e abertura da economia brasileira.

Bolsonaro foi ao fórum em 2019, quando tinha menos de um mês de governo. Na ocasião, fez um discurso com foco na atração de investimentos estrangeiros, mas também reforçou plataformas de campanha.

Procurada, a Secretaria de Comunicação da Presidência da República informou não ter informação sobre essa agenda, até o momento.