Brasil não aguenta mais reajuste de combustíveis, diz Bolsonaro

‘Nesta semana, vocês estão conhecendo um pouco mais o que é a Petrobras aqui no Brasil’, disse o presidente

O presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a criticar neste sábado (7) os sucessivos reajustes de preço dos combustíveis anunciados pela Petrobras, em discurso no encerramento da 23ª Feira Nacional da Soja, realizada em Santa Rosa (RS).

“Nesta semana, vocês estão conhecendo um pouco mais o que é a Petrobras aqui no Brasil. Eles sabem que o país não aguenta mais um reajuste de combustível em uma empresa que fatura dezenas de bilhões de reais por ano, às custas do nosso povo brasileiro”, afirmou o presidente.

Segundo a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a gasolina comum subiu pela quarta semana consecutiva no Brasil e registrou o maior preço médio da série histórica. Nesta semana, o combustível foi verificado com o preço médio de R$ 7,29 no Brasil, aumento de cerca de um centavo em comparação com os R$ 7,28 da semana anterior.

EU VÍI A EDUCAÇÃO GANHAR UM INVESTIMENTO RECORDE