UFC

Bloco de Carla Perez é multado pela segunda por ter som mais alto que o permitido

Além de desrespeitar a legislação, Carla Perez se recusou a baixar o volume do trio no sábado.

Bloco de Carla Perez é multado pela segunda por ter som mais alto que o permitido

O bloco Algodão Doce foi multado pela segunda vez nesse Carnaval por emitir 109 decibéis, extrapolando o limite de 80 decibéis para blocos infantis, previsto no Decreto Municipal 20.505/09.

A autuação ocorreu na tarde desse domingo (26/2), durante fiscalização realizada pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop). A multa varia entre R$ 814,62 a R$ 135.638,00, a depender da reincidência e da quantidade de decibéis acima do permitido.

Além de desrespeitar a legislação, Carla Perez se recusou a baixar o volume do trio no sábado (25), quando foi multada pela primeira vez, e desfilou com um volume ainda maior nesse domingo (26). Por causa da reincidência, o valor da multa foi dobrado.

Segundo Márcia Cardim, coordenadora de fiscalização sonora da Semop, a principal preocupação é com a saúde das crianças. “A perda auditiva é irreversível, essas entidades tem a obrigação de respeitar seus associados, elas sabem o limite permitido”, diz.

Ao todo, seis trios já foram autuados nesse Carnaval por som alto, número superior ao do ano passado, quando cinco veículos foram penalizados. O único bloco infantil multado foi o Algodão Doce.

Conforme prevê o decreto municipal, a quantidade de decibéis emitidos pelos trios é medida a partir de uma distância de cinco metros do veículo e a uma altura de um metro e meio do chão, com o uso de decibelímetros calibrados e certificados.

As fiscalizações de combate à poluição sonora ocorrem diariamente nos circuitos da folia e nos bairros onde o carnaval é realizado. Nove equipes atuam pela Semop durante a festa, duas delas no Circuito Dodô (Barra/Ondina), duas no Osmar (Campo Grande/Avenida) e outras cinco circulam pelos bairros onde há Carnaval.

No Algodão Doce, som nas alturas

No Algodão Doce, som nas alturas

Fonte: IG Notícia

 

 

 

 

Veja também