GOVERNO DA BAHIA - TERRA MÃE DO BRASIL

Blachowicz vence por pontos e acaba com invencibilidade de Adesanya no MMA

Jan Blachowicz (esq) em luta contra Israel Adesanya (dir) pelo UFC 259
Imagem: Chris Unger/Zuffa LLC

A luta principal do UFC 259, evento realizado neste sábado (6), colocou frente a frente Jan Blachowicz e Israel Adesanya, respectivamente campeões dos meio-pesados (93 kg) e dos pesosmédios (84 kg) da organização. E ao contrário do que era previsto nas bolsas de apostas de Las Vegas (EUA), o polonês manteve seu posto e acabou com a invencibilidade do desafiante no MMA.

Após um início promissor, Adesanya foi derrubado nos assaltos finais e pouco fez quando esteve por baixo, sendo superado na decisão unânime dos jurados. Por sua vez, o polonês defendeu com êxito seu título pela primeira vez e, aproveitando o hype do evento, maximizou seu feito.

Aos 38 anos, o Blachowicz agora soma 28 triunfos em seu cartel profissional no MMA, recorde que ainda conta com oito derrotas – sendo a últimas delas por nocaute para o brasileiro Thiago ‘Marreta’.

A luta
Ao contrário do esperado, o polonês demonstrou cautela desde o início dos primeiros cinco minutos. Calmo, Blachowicz dominou o centro do octógono e caminhou para frente, mas pouco fez. Enquanto Adesanya trabalha com chutes baixos para impedir o avanço do rival, o campeão dos meio-pesados
buscou ataques sólidos, mas com pouca efetividade. Vantagem para o nigeriano por sua melhor movimentação e volume de ataques. Blachowicz 9 x 10 Adesanya.

No segundo round, a intensidade da disputa aumentou, Enquanto Adesanya apostou na velocidade de seus jabs e chutes, seu rival encurtou a distância mais vezes e trabalhou com ataques no corpo do desafiante. No entanto, Blachowicz diminuiu o ritmo nos minutos finais e deixar a etapa equilibrada. Blachowicz 18 x 20 Adesanya.

A terceira etapa começou movimentada. Disposto a pressionar o desafiante, o campeão polonês caminhou para frente e investiu em fortes cruzados e em tentativas de queda. Em uma delas, chegou a cair por cima e a quase pegar as costas de Adesanya. Depois disso, Adesanya voltou a sobrar em volume de ataques e equilibrar as ações – mas sem tempo hábil para reverter o placar. B?achowicz 28 x 29 Adesanya.

O quarto assalto foi interessante. Com um belo double leg, Blachowicz derrubou e manteve o nigeriano por baixo por mais de três minutos – situação inédita em sua carreira no UFC. Apesar de não conectar muitos golpes, o polonês impôs a diferença de peso a seu favor e triunfou na etapa com facilidade. B?achowicz 38 x 38 Adesanya.

Na última etapa, após dominar o começo, o campeão parecia muito cansado. A partir daí, o nigeriano passou a ganhar confiança e conectar mais ataques, até que um vacilo no jogo de pernas abriu espaço para uma nova queda. Por cima, Blachowicz chegou a meia guarda e atacou o suficiente até o fim do confronto para ‘roubar’ o assalto e garantir o título. Blachowicz 48 x 47 Adesanya.

Resultados do UFC 259

CARD PRINCIPAL

Peso meio-pesado: Jan Blachowicz derrotou Israel Adesanya na decisão unânime dos juízes (49-45, 49-46, 49-45) – Luta por cinturão
Peso pena: Amanda Nunes finalizou Megan Anderson com uma chave de braço a 2m03s do R1 – Luta por cinturão
Peso galo: Aljamain Sterling derrotou Petr Yan por desqualificação (joelhada ilegal) a 4m29s do R4 – Luta por cinturão
Peso leve: Islam Makhachev finalizou Drew Dober com um estrangulamento a 1m37s do R3
Peso meio-pesado: Aleksandar Rakic derrotou Thiago Marreta na decisão unânime dos juízes (29-28,30-27, 29-28)

CARD PRELIMINAR

Peso galo: Dominick Cruz derrotou Casey Kenney na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 30-27)
Peso galo: Kyler Phillips derrotou Song Yadong na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)
Peso mosca: Askar Askarov derrotou Joseph Benavidez na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-26, 30-27)
Peso mosca: Kai Kara-France derrotou Rogério Bontorin por nocaute técnico a 4m55s do R1
Peso mosca: Tim Elliott derrotou Jordan Espinosa na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-25, 30-27)
Peso meio-pesado: Kennedy Nzechukwu derrotou Carlos Ulberg por nocaute técnico 3m19s do R2
Peso meio-médio: Sean Brady finalizou Jake Matthews com um katagatame a 3m28s do R3
Peso palha: Amanda Lemos derrotou Livinha Souza por nocaute técnico a 3m39s do R1
Peso leve: Uros Medic derrotou Aalon Cruz por nocaute técnico a 1m40s do R1
Peso galo: Trevin Jones derrotou Mario Bautista por nocaute técnico a 47s do R2

Por Diego Ribas, em Las Vegas (EUA) Ag. Fight