GOVERNO DA BAHIA - TERRA MÃE DO BRASIL

Em luta tensa, Marreta perde para Rakic no UFC 259 e sofre terceira derrota consecutiva

Brasileiro é vítima da menor envergadura e acaba derrotado por pontos no card principal do espetáculo

T. Marreta (dir.) foi derrotado por A. Rakic (esq.) no UFC 259. Foto: Reprodução/Instagram

Não foi desta vez. Na luta que abriu o card principal do UFC 259, realizado neste sábado (6), em Las Vegas (EUA), Thiago Marreta tentou, mas não conseguiu superar Aleksandar Rakic. Em disputa tensa, o brasileiro acabou sendo vítima da maior envergadura do rival e deixou o octógono derrotado na decisão unânime dos juízes.

O resultado liga o sinal de alerta para o brasileiro. Quando subiu no campo de batalha, Thiago precisava vencer para encerrar uma sequência de duas derrotas consecutivas.

Atual número dois no ranking dos meio-pesados (até 93kg.), o fluminense deve perder sua posição para o austríaco e tem o sonho de uma nova disputa de cinturão adiado. A última vitória do brasileiro aconteceu em fevereiro de 2019, quando Marreta brutalizou o atual campeão da divisão, Jan Blachowicz.

Considerado uma grande promessa do grupo, Aleksandar, de 29 anos, encostou de vez na elite da categoria. Antes, na quarta posição, o combatente se coloca em grande posição para lutar pelo título em um futuro próximo.

Na entrevista após o triunfo, Rakic pediu uma chance pelo título. O atleta vem de duas vitórias consecutivas e tem apenas um revés com as luvas do Ultimate, em sete desafios.

A luta
O confronto começou com Marreta arriscando um chute baixo, que passou no vazio. O brasileiro seguiu caminhando para frente e desferiu um gancho na linha de cintura, mas o austríaco respondeu com um upper, que passou raspando o rosto do fluminense. O confronto seguiu tenso, com os combatentes buscando o melhor momento para atacar. Passados dois minutos, Rakic arriscou um chute alto, que parou na guarda do brasileiro. Restando dois minutos, Thiago defendeu um chute na linha de cintura e respondeu com um direto no rosto do rival. O austríaco absorveu bem o ataque e o duelo voltou a ser disputado no centro do octógono. Nos segundos finais, Aleksandar encaixou uma sequência de chutes baixos, mas não havia mais tempo.

Na segunda etapa, o austríaco tomou a iniciativa, voltando a atacar as pernas do brasileiro. Thiago recebeu um jab limpo no rosto e encontrava dificuldades para entrar no raio de ação do oponente. Marreta arriscou um chute alto, mas o adversário se defendeu bem. Aleksandar seguia minando as bases do fluminense, que não conseguia conectar seus melhores golpes. Ao longo do confronto, Rakic continuava usando da vantagem na envergadura e tocava o brasileiro com mais frequência. Na metade do assalto, Marreta arriscou uma combinação de socos, mas o austríacos se esquivou e partiu para a luta agarrada. Nas grades, Aleksandar pressionava o fluminense, que tentava se desvencilhar com joelhadas, mas o austríaco seguia ‘grudado’. Thiago conseguiu explodir e atacou o oponente com um cruzado no rosto. Rakic não acusou o golpe e a disputa voltou a acontecer no centro do octógono. Perto do fim do round, o austríaco atingiu o brasileiro com uma ‘bomba’ de direita, mas o cronômetro zerou.

O último assalto começou com Rakic novamente arriscando um chute alto. Marreta defendeu e continuou caminhando para cima do oponente. Os combatentes trocaram chutes e, na sequência o brasileiro arriscou uma queda, que foi defendida pelo oponente. Thiago tentava encurtar a distância e desferia chutes baixos e na linha de cintura do rival. Aleksandar continuava perigoso nos contragolpes e devolvia de forma precisa os ataques do fluminense. Próximo ao minuto final, Rakic buscou as pernas do brasileiro, mas acabou sofrendo duras cotoveladas na cabeça. O austríaco desistiu da posição, mas continuava pressionando o tupiniquim contra as grades. Perto do encerramento da disputa, Thiago conseguiu se desvencilhar, mas não havia tempo para mais nada.

Resultados do UFC 259

CARD PRINCIPAL

Peso meio-pesado: Jan Blachowicz derrotou Israel Adesanya na decisão unânime dos juízes (49-45, 49-46, 49-45) – Luta por cinturão
Peso pena: Amanda Nunes finalizou Megan Anderson com uma chave de braço a 2m03s do R1 – Luta por cinturão
Peso galo: Aljamain Sterling derrotou Petr Yan por desqualificação (joelhada ilegal) a 4m29s do R4 – Luta por cinturão
Peso leve: Islam Makhachev finalizou Drew Dober com um estrangulamento a 1m37s do R3
Peso meio-pesado: Aleksandar Rakic derrotou Thiago Marreta na decisão unânime dos juízes (29-28,30-27, 29-28)

CARD PRELIMINAR

Peso galo: Dominick Cruz derrotou Casey Kenney na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 30-27)
Peso galo: Kyler Phillips derrotou Song Yadong na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)
Peso mosca: Askar Askarov derrotou Joseph Benavidez na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-26, 30-27)
Peso mosca: Kai Kara-France derrotou Rogério Bontorin por nocaute técnico a 4m55s do R1
Peso mosca: Tim Elliott derrotou Jordan Espinosa na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-25, 30-27)
Peso meio-pesado: Kennedy Nzechukwu derrotou Carlos Ulberg por nocaute técnico 3m19s do R2
Peso meio-médio: Sean Brady finalizou Jake Matthews com um katagatame a 3m28s do R3
Peso palha: Amanda Lemos derrotou Livinha Souza por nocaute técnico a 3m39s do R1
Peso leve: Uros Medic derrotou Aalon Cruz por nocaute técnico a 1m40s do R1
Peso galo: Trevin Jones derrotou Mario Bautista por nocaute técnico a 47s do R2

Fonte: Super Lutas