Valor das exportações baianas em março atinge recorde na série histórica, diz SEI

Parte do bom desempenho das vendas ao exterior em março pode ser explicada pelo volume de embarques de derivados de petróleo

As exportações baianas registraram US$ 974,3 milhões em março, melhor resultado para o mês da série histórica iniciada em 1998, superando em 37,3% o valor registrado em março de 2021. As informações foram divulgadas pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia vinculada à Secretaria de Planejamento (Seplan).

Segundo o estudo, boa parte do bom desempenho das vendas ao exterior no mês passado pode ser explicada pelo volume expressivo de embarques de derivados de petróleo (alta de 172,8%, comparadas a março do ano passado).

O preço dos produtos no mercado internacional – crescimento médio de 42,6%, por causa do salto das cotações após o conflito na Ucrânia também foi um dos motivos apontados pela SEI. Esse ambiente, considerado favorável, levou as receitas do segmento a terem um incremento de 289,1%, na comparação interanual.

Primeiro trimestre do ano

No acumulado do primeiro trimestre, a Bahia registrou US$ 2,51 bilhões em exportações, superior em 41% igual período do ano anterior. Já as importações, somaram US$ 2,83 bilhões, 66,4% acima do registrado até março de 2021, com destaque para os desembarques de combustíveis que cresceram 279,4% na comparação interanual.

Esse crescimento maior das importações no período fez com que a balança comercial do estado acumulasse um déficit de US$ 506,7 milhões no trimestre.