UFC Estocolmo: Anthony Smith frustra torcida, finaliza Gustafsson e aposenta ídolo sueco

Norte-americano não se intimidou com a torcida e finalizou Gustafsson no quarto round; Ídolo sueco anunciou aposentadoria chorando no octógono.

A torcida sueca lotou a Ericsson Globe Arena para apoiar Alexander Gustafsson, na luta principal do UFC Estocolmo, na tarde deste sábado (01). Mas Anthony Smith frustrou o público do país nórdico de forma incontestável. O norte-americano encaixou um mata-leão no quarto round e fez o ‘The Mauler’ desistir da peleja. O revés fez Gustafsson, aos prantos, deixar as luvas no octógono e anunciar sua aposentadoria.

“Estou desapontado, porque a luta foi aqui na minha casa… É muito legal competir no UFC, mas infelizmente o show acabou”, disse Gustafsson, com lágrimas nos olhos.

O revés diante de Anthony Smith foi o segundo de Alexander Gustafsson na Suécia. Em janeiro de 2015, no duelo que valeria a chance de lutar pelo cinturão, ele foi nocauteado por outro Anthony, o Johnson, e também deixou a área de lutas chorando.

Por outro lado, Smith se firma como um dos melhores meio-pesados do mundo. Depois de subir da divisão de médios (até 84 kg.) para a categoria de cima, ele sua quarta vitória em cinco lutas, sendo derrotado apenas para o campeão Jon Jones. O norte-americano agora tem um cartel de 32 vitórias e 14 derrotas.

A luta

O clima quente começou logo na entrada dos lutadores. Assim que pisou no octógono, Smith foi duramente vaiado, enquanto Gustafsson foi bastante aplaudido pela torcida. Mas assim que o duelo começou, o norte-americano mudou a história esperada pelo duelo.

Cotado como azarão, Smith caminhou pra frente soltando socos. Gustafsson se esquivava bem nas investidas e tentava responder com chutes. Porém, em um destes golpes, ele sofreu um profundo corte na canela que visivelmente incomodou o sueco. Anthony se aproveitou e continuou caminhando pra frente e somando pontos.

No segundo round, Smith continuou caminhando pra frente e atacando com combinações de socos. Por sua vez, Gustafsson mostrava boa esquiva e a maioria dos golpes não eram conectados. Por outro lado, o sueco não respondia as investidas. Além disso, ainda incomodado com o sangramento na canela, Alexander tinha outro corte em sua orelha esquerda.

Gustafsson voltou disposto a mudar a história da luta no terceiro assalto. O volume de Smith caiu e o sueco tomou a iniciativa, Ele balançou o norte-americano em duas oportunidades: com uma combinação de jabs e com um chute na linha de cintura. Na sequência, Gustafsson ainda levou o Smith para o solo e terminou a parcial por cima.

No quarto round, com a torcida inflamada esperando pela virada, Gustafsson tentou seguir o mesmo caminho da parcial anterior. Ele abriu o jogo e tentou a queda. Porém, ele caiu por baixo e Smith rapidamente pegou as costas. O norte-americano teve paciência para encaixar o mata-leão e forçar a desistência do sueco.

Resultados do UFC Estocolmo

CARD PRINCIPAL

Peso meio-pesado: Anthony Smith finalizou Alexander Gustafsson com um mata-leão a 2m38s do R4

Peso meio-pesado: Aleksandar Rakic derrotou Jimi Manuwa por nocaute a 42s do R1

Peso pena: Makwan Amirkhani finalizou Chris Fishgold com um relógio a 4m25s do R2

Peso leve: Christos Giagos derrotou Damir Hadzovic na decisão unânime dos juízes (29-27, 29-27 e 29-28)

Peso pena: Daniel Teymur derrotou Sung Bin Jo na decisão unânime dos juízes (30-27 29-28 30-27)

CARD PRELIMINAR

Peso meio-médio: Sergey Khandozhko derrotou Rostem Akman na decisão unânime dos juízes (29-28 29-28 29-28)

Peso galo: Lina Lansberg derrotou Tonya Evinger na decisão unânime dos juízes (30-26, 30-27, 30-26)

Pesoleve: Léo Santos derrotou Stevie Ray por nocaute a 2m17s do R1

Peso leve: Frank Camacho derrotou Nick Hein por nocaute técnico a 4m55s do R2

Peso galo: Bea Malecki finalizou Duda Cowboyzinha com um mata-leão a 1m59s do R2

Peso meio-pesado: Devin Clark derrotou Darko Stosic na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Joel Alvarez venceu Danilo Belluardo por nocaute técnico aos 2m22s do R2