Alexander Gustafsson anuncia aposentadoria após ser derrotado no UFC Estocolmo

Depois de ser derrotado no combate principal do UFC Estocolmo neste sábado (1º), Alexander Gustafsson não escondeu sua insatisfação com a performance e, talvez motivado pela falta de opções na divisão dos meio-pesados (93 kg), optou por declarar sua aposentadoria do MMA. Aos 32 anos.

Ainda no octógono, o atleta sueco, que por três vezes disputou o cinturão do UFC, sendo derrotado em todas elas, declarou que era chegada a hora de parar de lutar. Seu discurso emocionado ganhou apoio dos fãs, que não pararam de aplaudir sua saída da arena (veja abaixo ou clique aqui).

“Estou muito desapontado, aconteceu de novo. Perdi em casa. mas é do esporte. É difícil, mas é o que fazemos, fazemos porque amamos. É o que há, o Smith é um gigante, um grande cara. Obrigado a todos por virem hoje e apoiar todos os lutadores. Toda vez que o UFC vem aqui é incrível. É isso, o show acabou”, afirmou, antes de deixar as luvas no octógono.

Aos 32 anos, Gustafsson acumulou cartel de 18 vitórias e seis derrotas como profissional. No ápice de sua carreira, o atleta disputou o cinturão contra Jon Jones, em 2013 e 2018, e contra Daniel Cormier em 2015.

“The show is over, guys.”

Thank you, @AlexTheMauler#UFCStockholm pic.twitter.com/aKcr73fAFn

— UFC (@ufc) 1 de junho de 2019