Tratamento para a osteoporose pode curar calvície

Medicamento estimula o crescimento dos folículos pilosos

Um medicamento utilizado para o tratamento da osteoporose poderá curar a calvície, de acordo com um estudo liderado por um investigador da Universidade de Manchester, Nathan Hawkshaw.

Os cientistas descobriram que a Ciclosporina A, usada normalmalmente como imunosupressor, estimula o crescimento dos folículos pilosos, em laboratório. Em seguida, tentaram identificar os mecanismos moleculares deste medicamento, usado desde os anos 80 do século passado.

O medicamento reduz a expressão de uma proteína (SFRP1) que inibe o crescimento e desenvolvimento de muitos tecidos, incluindo do cabelo, e portanto atua positivamente no crescimento do cabelo e pode “fazer diferença nas pessoas que sofrem com a queda de cabelo”, disse Hawkshaw.

Atualmente existem apenas dois medicamentos aprovador pela FDA (Agência Federal nortre-americana que aprova medicamentos) para tratar a calvície (alopecia androgenética), mas ambos têm efeitos colaterais e nem sempre são muito eficazes, por isso os pacientes geralmente recorrem à cirurgia de transplante capilar, segundo um comunicado da Universidade de Manchester.

A investigação, publicada na revista PLOS Biology, foi realizada em laboratório a partir de amostras de folículos capilares do couro cabeludo de mais de 40 pacientes que tinham feito transplantes capilares.

Aguarda-se agora a realização de testes clínicos para perceber se o medicamento pode ser utilizado em humanos e se é realmente eficaz.

Veja também