GOVERNO DA BAHIA - TERRA MÃE DO BRASIL

Tarifa da energia residencial fica quase 5% acima da inflação em 2021, segundo estudo do grupo safira

Pico do aumento tarifário ocorreu em julho, quando o índice que mede a variação do custo de energia elétrica registrou alta de 7,88%. São Paulo, Belém e Recife têm sido as capitais mais impactadas no ano

O Grupo Safira, um dos principais players do ecossistema de energia do País, concluiu um estudo demonstrando que, de janeiro a agosto de 2021, o índice que mede a inflação da energia elétrica residencial subiu, em média, 4,9 p.p. (pontos percentuais) acima do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) nas principais capitais nacionais, pressionando o custo de vida dos brasileiros.

No acumulado de 2021, São Paulo foi a capital onde foi registrado o maior aumento em relação à inflação oficial (8,9 p.p. acima), seguida por Belém e Recife, onde a tarifa de energia subiu 6,3 p.p. além do IPCA. Fortaleza e Rio de Janeiro, por sua vez, apresentaram ambas uma alta de 5,6 p.p. acima do índice oficial, ao passo que Salvador (4,2 p.p.), Porto Alegre (com 3,2 p.p.) e Curitiba (3,1 p.p.) também registraram elevação do componente energia elétrica residencial além do IPCA. Por outro lado, em Belo Horizonte, as tarifas mantiveram-se praticamente dentro do reajuste do IPCA, com aumento de apenas 0,1 p.p. acima do índice.

A perspectiva é de que a elevação superior do custo com energia elétrica se mantenha nos próximos meses, dado o acionamento das bandeiras tarifárias em função da crise hídrica, e também em função dos reajustes anuais das concessionárias de energia nos vários estados, considerando o histórico de menores afluências dos últimos anos.

O estudo mostra que, em 2021, a escalada dos preços da tarifa de energia elétrica residencial começou após o mês de maio, que apresentava índice -3,7 p.p. abaixo da inflação, indicador que se reverteu e apresentou 4,6 p.p. em julho, subindo ainda mais em agosto (para 4,9 p.p. acima do IPCA, em média, nas principais capitais brasileiras). O período coincide com o acionamento das bandeiras tarifárias, que permaneceu amarela de janeiro a abril, e passou a ser vermelha patamar 1 a partir de maio, mudando para vermelha patamar 2 em junho, julho e agosto.

“Temos visto uma escalada gradual das tarifas de energia, bem acima da inflação, e a perspectiva é que os índices subam ainda mais até o final do ano, muito em função da crise hídrica e de seus desdobramentos”, observa Josué Faria de Arruda Ferreira, coordenador de Novos Negócios do Grupo Safira, que explica que estes indicadores tarifários carregam o resultado das bandeiras tarifárias, de modo que não refletem somente as tarifas homologadas, mas também as condições hidrológicas correntes no sistema elétrico do País.

Sobre o Grupo Safira
O Grupo Safira iniciou suas atividades na área de Energia, em 2008, por meio da Safira Energia, uma das principais empresas de comercialização e consultoria em análises, estratégias e soluções para o setor energético brasileiro, e a partir de 2018 ampliou sua atuação com foco em Negócios Digitais inovadores, investindo, por meio dos seus programas Si9, de aceleração, e Safira Labs, de pré-aceleração, em startups de base tecnológica inovadoras e que possam contribuir com a modernização e digitalização do Brasil.

Posicionado em 611º lugar no ranking geral das 1.000 maiores empresas do País elaborado pelo Valor Econômico em 2021, o Grupo Safira faturou R﹩ 1 bilhão no período. Em 2019, o grupo estendeu sua atuação para outros negócios, como a recém-lançada a Safira Solar, empresa que investe em plantas fotovoltaicas de até 5 MW para Geração Distribuída e que comercializa energia solar ao consumidor final por meio de aplicativo, além da participação em startups.

Neste segmento, por meio dos programas Si9, de aceleração, e Safira Labs, de pré-aceleração, já apoiou mais de 15 startups de base tecnológica em fase de pré-aceleração, de aceleração ou de investimento direto. Entre as empresas apoiadas pelo Grupo Safira, destacam-se a Festa Compartilhada, plataforma que promove o conceito de economia compartilhada e consumo consciente para eventos e festas, e a Débito Direto, plataforma on-line que unifica boletos e oferece melhores condições de pagamento para PMEs.

Na área de Energia, o portfólio do Grupo Safira inclui Gestão, Geração Distribuída, Comercialização e estruturação de dívida para projetos que entregam serviços para clientes atendidos tanto no mercado cativo como no mercado livre de energia. Conta com mais de 3 GW médios sob sua gestão, entre geradores e consumidores livres. Em 2020, ficou entre as cinco principais comercializadoras do Prêmio Destaque Energia do GPTW (Great Place to Work), reforçando a certificação que já possuía como uma das melhores empresas do Brasil para se trabalhar. Também em 2020, conquistou o Selo Verde do Programa de Certificação da Bioeletricidade da ÚNICA.

Fonte: GPCOM Comunicação Corporativa

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!
Programa Estado Solidário