Rússia tem 41 mil novos casos de Covid-19, maior número diário em quase 20 meses

Médicos usando equipamento de proteção individual em hospital de Moscou / Imagem: Dimitar Dilkoff/AFP

O número de casos diários de covid-19 na Rússia ultrapassou 41 mil nas últimas 24 horas, o maior desde o começo da pandemia, em março de 2020, de acordo com informações divulgadas no relatório das autoridades sanitárias.

O país registrou mais 41.335 contágios e outras 1.188 mortes pela doença infecciosa nesta sexta, disse hoje o centro operacional russo para combater o coronavírus.

O novo pico no número de infecções ocorre apenas um dia antes do final do período de férias pagas anunciado pelo governo na semana passada, em uma tentativa de conter a propagação da doença.

Entretanto, a vice-primeira-ministra, Tatiana Golikova, reconheceu nesta sexta que a situação em dez das 85 regiões da Rússia piorou, apesar das medidas tomadas. Em Moscou, principal foco da crise sanitária no país, as autoridades relataram 6.880 novos casos ontem. Em São Petersburgo, a segunda maior cidade do país, foram relatados 3.138 casos.

De acordo com dados oficiais, desde março do ano passado, a Rússia computou 8.755.930 casos de coronavírus, com 245.635 mortes por Covid-19.

As autoridades atribuem o aumento à agressividade da variante delta e à baixa taxa de vacinação. Até o momento, segundo o portal “gogov.ru”, 49 milhões de pessoas completaram o programa vacinal, ou seja, 42,7% da população.

Fonte: UOL

Programa Estado Solidário