Proibir voos da África é “tapar sol com peneira”, dizem cientistas; chefes de estado falam em “afrofobia”

Assim como fizeram diversos países nos últimos dias, o Brasil fechou suas fronteiras para voos de seis nações africanas. A ideia é impedir a chegada da nova variante do coronavírus, que foi identificada na África do Sul. Epidemiologistas, no entanto, explicam que a Ômicron pode ter surgido em qualquer outro lugar. Por isso, eles afirmam que proibir voos da região é um “erro de controle sanitário”. A ONU e chefes de estado pedem o fim das restrições.