Festa da virada de Salvador terá 15 minutos de queima de fogos

Ivete Sangalo vai comandar a virada de ano do Festival Virada Salvador

Realizado na Arena Daniela Mercury, na área do antigo Aeroclube (Boca do Rio), com uma programação de cinco dias, o Festival da Virada Salvador 2018 terá o ponto alto à meia-noite deste domingo, 31, último dia de 2017, com a contagem regressiva sob comando da cantora Ivete Sangalo.

Junto com ela, ao todo, sete atrações estarão encarregadas de manter o público acordado até a madrugada desta segunda, 1º, entre elas Cortejo Afro com Ilê Ayê, Amanda Santiago, Bell Marques e Marília Mendonça, DJ Alok e Psirico.

Durante a virada, haverá um show pirotécnico com a queima de 11 toneladas de fogos nas proximidades da arena. Segundo informações da prefeitura, ao todo, serão 1.800 pontos de detonação na areia da praia da Boca do Rio, em uma área protegida do público. O espetáculo terá duração de cerca de 15 minutos.

Outros 16 locais espalhados pela cidade também terão queima de fogos: Barra, Rio Vermelho, Amaralina, Jardim de Alah, Patamares, Itapuã, Boa Viagem, Ribeira e Paripe, além de Cajazeiras 10, Santo Antônio Além do Carmo e Periperi.

Animação

No fim da tarde deste sábado, 30, o terceiro dia foi aberto pelo Cortejo Afro. A programação teve ainda Olodum, Carlinhos Brown e Timbalada, Wesley Safadão, Jota Quest, Léo Santana, além de Mateus e Kauan.

Animada com a grade da programação, a autônoma Leidejane Alcântara dançou bastante Um sorriso negro. “É a primeira banda, mas tô louca para ver o Olodum”, disse, ansiosa.

O desejo de Leidejane se concretizou logo depois da apresentação do Cortejo Afro. Os músicos do Olodum iniciaram os batuques, ao som de vários sucessos.

A banda atraiu uma grande quantidade de turistas, que requebraram no ritmo do Olodum. Foi o caso da paulista Lívia Liane, que assistiu pela primeira vez a apresentação do grupo. “É de arrepiar, nunca vi nada igual”, confessou.

Na segunda, o festival será encerrado pelo Cortejo Afro com Filhos de Gandhy, Danniel Vieira, Margareth Menezes, Daniela Mercury e Mariene de Castro.

*Sob supervisão da jornalista Hilcélia Falcão

JIU JITSU FERNANDO MEIRA