Chuvas e deslizamentos matam ao menos 102 pessoas na Colômbia

Vários rios transbordaram, pontes foram destruídas, casas ficaram soterradas e carros foram arrastados.

Mais de vinte pessoas morreram e 173 ficaram feridas em um deslizamento de terra na província de Pututmayo, no sudoeste da Colômbia – 01/04/2017 (EJERCITO DE COLOMBIA/AFP)

Deslizamentos de terra na província de Putumayo, na Colômbia, mataram ao menos 154 pessoas e deixaram outras 185 feridas, segundo o presidente Juan Manuel Santos. Chuvas fortes na madrugada desse sábado causaram o transbordamento de vários rios, jogando sedimentos contra casas e estradas na capital provincial de Mocoa.

Segundo as equipes de resgate colombiana, 17 bairros de Mocoa foram afetados. Pontes foram destruídas e veículos arrastados pelas fortes correntezas. As buscas por sobreviventes ainda continuam.

Fotos divulgadas no Twitter pela força aérea mostravam ruas cheias de lama e casas danificadas, enquanto vídeos de celulares nas mídias sociais mostravam moradores buscando por sobreviventes.

“É uma área grande”, disse à rádio Caracol o prefeito de Mocoa, José Antonio Castro. “Uma grande parte das muitas casas foi tomada pela avalanche, mas acima de tudo as pessoas foram avisadas com tempo suficiente para sair, mas casas em 17 bairros foram devastadas.”

 

 

EU VÍI A EDUCAÇÃO GANHAR UM INVESTIMENTO RECORDE