UFC

Vitória deve liberar 11 jogadores

Presidente Ricardo David recebeu o clube ontem à tarde no encontro com o ex-vice-presidente Agenor Gordilho, no CT da Toca do Leão.

O presidente eleito Ricardo David passou a tarda de quinta-feira no CT da Toca do Leão, tratando das formalidades de transição do poder, com o presidente em exercício Agenor Gordilho. Ouviu mais do que falou, mas preferiu guardar pra si as informações, principalmente do futebol, desde o interesse de clubes em jogadores como David e Santiago Tréllez, até a liberação de um grupo grande, pode chegar as 11, de profissionais que não devem voltar a vestir a camisa do Vitória nas temporada de 2018.

O Gestor de Futebol, Erasmo Damiani e o técnico Vagner Mancini são figurinhas carimbadas do Vitória em 2018. Não só tem presenças asseguradas no Vitória, como já começaram a trabalhar na reformulação do grupo de jogadores para 2018. O novo presidente não abriu o jogo, não citou nomes de prováveis jogadores que serão chamados para acertas as contas, apenas deixou claro que David e Tréllez estão nos planos e não tem interesse em negociar suas liberações para Palmeiras e Corinthians.

“Estive com o presidente Agenor Gordilho, ele me fazendo a passagem, iniciando a nossa transição, e não há nenhuma proposta concreta dentro do Vitória”, disse David.

Quanto ao restante do elenco, Ricardo David tem uma longa lista de 11 jogadores cujo contrato se encerra neste ano: Patric, Geferson, Caíque Sá, Alan Costa, Fred, Kanu, Renê Santos, Uillian Correia, Carlos Eduardo, Danilinho e André Lima, e a tendência é que a maioria deles não renove com o Vitória para 2018. Mancini está no Rio de Janeiro, participando de um curso na CBF, e na suja volta a Salvador tudo será oficializado.

 

 

Veja também