UFC: Holloway supera Yair Rodríguez por decisão unânime em luta principal eletrizante

Ex-campeão do Ultimate alia volume de golpes e preparo físico para derrotar o mexicano, que valorizou o resultado ao endurecer o combate na trocação franca, em Las Vegas

Se o UFC deste sábado, em Las Vegas (EUA), tivesse sido realizado com público, certamente, Max Holloway e Yair Rodríguez, integrantes da luta principal, receberiam aplausos de pé dos torcedores. Isto porque, os atletas do peso-pena protagonizaram cinco rounds eletrizantes dentro do octógono e, mesmo sem nocaute ou finalização, proporcionaram o melhor combate desta edição.

A vitória ao fim dos 25 minutos de confronto ficou com Max Holloway na decisão unânime dos jurados (49-46, 49-46 e 48-47). Mas a elogiada atuação de Rodríguez, enaltecida pelo próprio adversário, valorizou o feito do ex-campeão do peso-pena, ávido por uma nova chance de disputar o título da categoria, atualmente, sob posse de Alexander Volkanovski.

Max Holloway venceu na decisão dos jurados — Foto: Getty Images

Após perder duas vezes para Volkanovski, Max Holloway se reabilitou em 2021 e deve terminar o ano com 100% de aproveitamento. “Blessed”, que havia superado Calvin Kattar em janeiro, volta, após três anos, a embalar dois triunfos em sequência.

Sem atuar desde outubro de 2019, Yair Rodríguez amargou a terceira derrota da carreira. Mas o desempenho no cage depois de dois anos de inatividade o recoloca como um dos nomes mais interessantes da divisão.

A luta

Max Holloway e Yair Rodriguez corresponderam às expectativas no primeiro round, recheado de movimentação intensa, trocação apurada, garra e técnica. Perigoso, Yair Rodriguez não se furtou a baixar a guarda para se esquivar e apresentou seus golpes criativos ao havaiano. Na segunda etapa, Yair Rodríguez e Holloway começaram investindo nos chutes frontais. Mesmo sendo mais alto, “Blessed” encontrou dificuldades para medir a distância. Confiante, Yair baixava a guarda, pontuando ao acertar o rosto do havaiano, disparando chutes habilidosos, mas se esquivando das investidas do rival. À la Anderson Silva, Yair colocava as costas na grade, sem medo de ser atingido pelo oponente. E até era acertado, mas parecia não sentir o dano. O volume maior, entretanto, veio do ex-campeão dos penas.

Max Holloway tenta acertar um direto em Rodríguez — Foto: Getty Images

Max Holloway tentou colocar pressão logo no início da terceira etapa. Soltou uma joelhada voadora, e recebeu um chute alto em troca. Quando Yair Rodríguez sentiu, Holloway o dominou no solo, alternou da montada para as costas e impôs ao mexicano seu momento mais dramático no octógono. Rodríguez girou, se livrou da montada, mas deixou o pescoço e seguiu dominado no solo. Faltando 1m30s para o fim, Rodríguez se desvencilhou, foi para o tudo ou nada com a guarda baixa, pendulando. A 45s do cronômetro zerar, Holloway aplicou a queda e findou o round controlando por cima.

Max Holloway arrisca uma guilhotina em Yair Rodríguez — Foto: Getty Images

No quarto round, Rodríguez e Holloway investiram na trocação franca na curta distância. O ex-campeão acertou uma joelhada, laçou o pescoço do mexicano e optou pelo estrangulamento. O mexicano girou, caiu, mas evitou a finalização, ficando com as costas no solo. “El Pantera” tentou ser agressivo mesmo sob sufoco e ficou de pé, até ser acertado com o polegar no olho esquerdo. Após 30s de paralisação, o embate foi reiniciado. E o balé da violência seguiu no centro do octógono.

O quinto round foi uma repetição do anterior. Entretanto, desta vez, Yair Rodríguez conseguiu ficar por cima de Holloway ao raspá-lo. O mexicano, contudo, não manteve o havaiano no chão. Em pé, foram para a trocação outra vez, mas Holloway decidiu travar o oponente contra a grade para assegurar a vitória nos pontos.

UFC Holloway x Rodriguez
13 de novembro de 2021, em Las Vegas (EUA)
CARD PRINCIPAL
Max Holloway venceu Yair Rodriguez por decisão unânime (49-46, 49-46 e 48-47)
Marcos Pezão venceu Ben Rothwell por nocaute técnico aos 32s do R1
Felicia Spencer venceu Leah Letson por nocaute técnico aos 4m25s do R3
Khaos Williams venceu Miguel Baeza por nocaute técnico com 1m02s do R3
Song Yadong venceu Julio Arce por nocaute técnico com 1m35s do R2
CARD PRELIMINAR
Joel Alvarez venceu Thiago Moisés por nocaute técnico aos 3m01s do R1
Andrea Lee venceu Cynthia Calvillo por nocaute técnico aos 5m do R2
Sean Woodson venceu Collin Anglin por nocaute técnico aos 4m30s do R1
Cortney Casey venceu Liana Jojua por decisão unânime (triplo 30-27)
Rafael Alves venceu Marc Diakiese por finalização com 1m48s do R1
Da Un Jung venceu Kennedy Nzechukwu por nocaute aos 3m04s do R1

Fonte: Combate

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!
Programa Estado Solidário