Time de MMA do Corinthians faz sucesso em octógono dentro de igreja

Em bairro da zona leste de São Paulo, um pastor abençoa os torcedores do Ultimate Reborn Fight, o autointitulado maior evento de MMA cristão do mundo, realizado dentro de uma igreja evangélica. Entre uma luta e outra, um bispo da igreja Renascer sobe no octógono montado na frente do altar para dizer que Jesus Cristo foi o maior lutador de todos e que seus fiéis não podiam se deixar “finalizar” pelos problemas da vida.

Alheio a esses esforços de evangelização, o atleta Augusto Sparta, de 23 anos, se aquece em uma das salas no interior da igreja. Cristão, ele saiu do litoral do Pará para tentar a vida de lutador na capital paulista e agora se prepara para enfrentar o 11º adversário oficial de sua carreira.

Ele faz parte da Corinthians MMA, a única equipe de artes marciais mistas do país mantida por um clube de futebol. Cerca de 30 atletas treinam diariamente em uma academia no Parque São Jorge, sede do time de futebol. Alguns também vivem lá. Outros recebem uma ajuda de R$ 700 para se manter em São Paulo.

Augusto está há oito lutas sem perder. Três delas ele venceu por finalização ou nocaute.

Augusto Sparta está há um ano e meio em São Paulo Imagem: Adriano Wilkson/UOL

Quando ele é anunciado, caminha em direção ao octógono ladeado por um séquito de corintianos uniformizados com a camiseta do time. Um garoto o abraça. Um grito ecoa nas paredes altas da igreja: “Vai Corinthians!” E então, o grito se repete, transformando por alguns segundos a igreja-octógono em um arremedo de arquibancada de estádio: “Vai Corinthians!”

E Augusto Sparta, corintiano de infância, vai. Tão concentrado nos movimentos que precisa fazer para derrotar seu adversário, ele escuta os gritos de incentivo apenas no caminho ao octógono.

Dentro dele, o lutador fica surdo à plateia. Em um esporte de anônimos, os atletas do Corinthians são uns dos únicos que levantam a torcida onde quer que vão. Empurrado pelo público, Augusto encaixa uma sequência de socos e chutes que derruba seu rival. Nocaute em menos de um minuto.

JIU JITSU FERNANDO MEIRA