UFC 213

Time do Vitória disputará 5 jogos em 15 dias

Vagner Mancini avalia a série de jogos decisivos para o Vitória e desta vez está escondendo o time para o jogo deste domingo, contra o Vasco da gama, no Rio.

Os vai ou racha. Faltando apenas sete rodadas, 21 pontos a serem disputados, deste domingo, dia 5 de novembro, ao domingo, dia 19 de novembro, são precisamente 15 dias, período em que o Vitória vai definir seu futuro na Série A do Campeonato Brasileiro. O time sob o comando do técnico Vagner Mancini vai cumprir uma maratona de cinco jogos decisivos para suas pretensões de continuar disputando a 1ª Divisão da CBF, começando amanhã, contra o Vasco da Gama, pela 32ª Rodada, no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

Depois do Vasco da Gama, o Vitória joga pela 33ª Rodada contra Palmeiras, em Salvador, dia 8 de novembro, no Barradão; Pela 34ª Rodada, contra o Grêmio, no Estádio Alfredo Jaconi, erm Caxias do Sul; dia 12; 35ª Rodada a delegação Rubro-negra nem volta a Salvador, fica no Sul do País para pegar a Chapecoense, na Arena Condá, em Chapecó, dia 16; 36ª Rodada, contra o Cruzeiro, em Salvador, no Barradão, dia 19 de novembro, fechando a média de um jogo a cada três dias e uma maratona de viagens pelo Brasil.

Depois do Cruzeiro, dia 19, o Vitória ganha uma semana de fôlego para disputar os dois últimos jogos pela Série A de 2017, um deles, pela 37ª Rodada, num confronto direto contra a Ponte Preta, domingo, dia 26, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, e pela 38ª e última rodada, contra o Flamengo, dia três de dezembro, em Salvador, no Estádio Manoel Barradas. O técnico Mancini já avaliou essa sequencia de jogos e deixou claro que não pretende definir nas últimas partidas, o futuro do Rubro-negro baiano.

O treinador desta vez preferiu esconder a escalação oficial do time que começa jogando contra o Vasco, no Maracanã, mas com a certeza de que vai poder contar com a volta de Kanu à zaga, ao lado de Wallace, e que Patrick é sua primeira opção para a lateral-direita com a contusão de Caíque Sá.

“Dessa vez, eu ainda não tenho o time. Eu fiz alguns testes hoje, farei alguns sexta, alguns testes sábado, para que a gente possa encontrar uma equipe altamente competitiva, contra um Vasco que vem jogando muito bem, que evoluiu muito em termos táticos com o Zé Ricardo, por isso não posso adiantar o time. Não vamos encontrar muitas mudanças em relação aos últimos jogos, mas ainda não tenho o time”, disse o treinador do Vitória na coletiva com a imprensa após os trabalhos no CT da Toca do Leão.

 

Veja também