SC: Preço da carne varia até 230% entre açougues

Procon da Capital pesquisou preços em cinco estabelecimentos durante operação para fiscalizar preços abusivos

O preço da carne de churrasco varia mais de 230% entre os mercados de Florianópolis. Além disso, o preço das bebidas pode chegar em uma diferença de 300% entre os estabelecimentos.

O levantamento foi realizado pelo Procon da Capital após pesquisa divulgada na última terça-feira (28). A ação pesquisou 28 itens em cinco supermercados diferentes pela Ilha de Santa Catarina.

A Operação Esquenta, responsável pelo levantamento, possui como objetivo principal alertar que o cidadão realize pesquisas para compreender o melhor custo benefício.

Os funcionários do Procon estiveram em estabelecimentos dos bairros Estreito, Centro, João Paulo, Córrego Grande, Agronômica, Costeira e Campeche.

De acordo com o levantamento, a maior diferença ficou no preço do sal grosso, sendo uma variação de 358,42% entre um estabelecimento e outro.

Enquanto isso, o kg da linguiça do tipo suína chegou a custar R$ 21 em um estabelecimento e R$ 70 em outro, uma diferença de 233,33%.

A maior taxa encontrada nas bebidas foi de 300%, na água mineral de 550 ML. É possível achar o produto entre R$ 1,50 e R$ 6. Outro produto que recebeu destaque foi um refrigerante de dois litros que variou entre R$ 5,99 e R$ 12.

Segundo o Procon de Florianópolis, essa diferença é relacionada com peculiaridades do item, como a qualidade das carnes. Entretanto, o motivo também pode ser a busca por mais lucro.

Veja os preços dos 28 itens pesquisados em cinco mercados clicando aqui.