GOVERNO DA BAHIA - TERRA MÃE DO BRASIL

Rodrigo Pacheco vê ausência de justa causa para impeachment de ministros do Supremo

Presidente do Senado  considera precipitar o debate sobre qualquer impedimento ‘não é algo recomendável’

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), afirmou nesta terça-feira (17) que não vê ambiente ou justa causa para um processo de impeachment de ministros do Supremo Tribunal Federal. No último sábado (14), o presidente da República, Jair Bolsonaro, anunciou que apresentaria pedidos para o impedimento dos ministros Alexandre de Moraes e Luís Barroso.

“Já há pedidos de impeachment de ministros do Supremo no âmbito do Senado. A presidência [do Senado] entendeu que não havia ambiente e nem justa causa para o encaminhamento e a evolução desses pedidos”, declarou Pacheco.

Para o senador, que também preside o Congresso Nacional, “precipitarmos numa discussão de impeachment seja do Supremo, seja do presidente da República, ou qualquer tipo de ruptura, não é algo recomendável para um Brasil, que espera uma retomada do crescimento, uma pacificação geral, uma pauta de desenvolvimento econômico, de combate à miséria e à pobreza, ao desemprego”, prosseguiu

Cabe ao Senado instaurar o processo de impeachment de integrantes da Suprema Corte. Rodrigo Pacheco ressaltou que “toda iniciativa do presidente da República” deve ser “considerada”. “Mas é melhor aguardar que os acontecimentos surjam para que haja um posicionamento formal do Senado”, concluiu.

Programa Estado Solidário