UFC 213

Reajuste dos combustíveis estimula concorrência.

Para o Sindicombustíveis, a medida vai estimular uma maior competição entre os estabelecimentos.

A nova política de reajuste dos preços da gasolina e do diesel, anunciada pela Petrobrás na última sexta-feira (30/6), deve ser benéfica para o consumidor. É o que acredita o presidente do Sindicato dos donos postos de combustíveis da Bahia (Sindicombustíveis), José Augusto Costa. Para ele, a medida vai estimular um maior aumento na concorrência e competição entre os estabelecimentos que trabalham com os produtos.

“Estamos vivendo um cenário de guerra em que estão envolvidos, além da própria Petrobrás – que vem perdendo mercado nos últimos anos –, as importadoras, as distribuidoras e os postos. Nós não sabemos para que lado isso vai, mas a medida deve deixar os preços achatados. Vai ser a era do menor preço”, decretou.

No último dia 30 de junho, o Grupo Executivo de Mercado e Preços (GEMP) da Petrobrás informou que os reajustes dos preços ficarão, a partir de agora, sob responsabilidade da área de Marketing e Comercialização da empresa. Eles serão feitos até o limite de 7% acumulado, para mais ou para menos, sobre os preços vigentes dos derivados nas refinarias. Assim, as correções, segundo a estatal – que entraram em vigor ontem – serão mais frequentes, podendo inclusive ser diários.Redução

A reportagem da Tribuna da Bahia passou por alguns postos da capital baiana na última segunda-feira (3) e percebeu que, na maioria deles, tanto o preço da gasolina quanto o do diesel vem mantendo os valores que já vem sendo praticados há algumas semanas. Em um posto da Distribuidora BR, na Avenida Contorno, foi o local onde o valor da gasolina está mais barato: R$ 3,07.

Já o mais caro foi visto em outro posto, da mesma empresa, mas localizado no Vale do Canela: R$ 3,69. O diesel, por sua vez, teve o valor mais em conta em um posto Menor Preço na Avenida Garibaldi: R$ 2,87. O preço mais caro do combustível foi encontrado em outro estabelecimento, da BR Distribuidora, também na mesma região, R$ 0,50 mais caro por litro: R$ 3,39.

Por Yuri Abreu

Veja também