PSC e PRB travam disputa por segunda vaga ao Senado na chapa oposicionista

Com a indicação praticamente sacramentada da candidatura de Jutahy Júnior (PSDB) ao Senado na chapa do pré-candidato ao governo do DEM, José Ronaldo, a segunda vaga para senador passou a ser disputada internamente entre o PRB e o PSC, partidos ligados aos segmentos evangélicos.

Enquanto o PSC defende o nome do deputado federal Irmão Lázaro, o PRB quer indicar à chapa a vereadora em Salvador Ireuda Silva. Hoje, o presidente estadual do PSC na Bahia, o ex-deputado Eliel Santana, rebateu as declarações do deputado Márcio Marinho (PRB), que disse que seu partido teria mais “peso político”  para a indicação do candidato à segunda vaga ao Senado na chapa oposicionista.

Em conversa, Eliel afirmou que o PSC irá defender até o final o desejo de indicar um postulante ao Senado. “Se fomos falar de peso, acho que o Irmão Lázaro tem mais peso político do que todos os outros pré-candidatos apontados pelo PRB. Acreditamos muito que Lázaro pode, sim, fazer uma campanha vencedora. Ele não deixaria a Câmara para correr o risco de ficar sem mandato. Estamos muito conscientes nesta posição”, disse o presidente do PSC, que afirmou que o maior trabalho dentro dos partidos, hoje, é eleger deputados federais, mas que a vaga na majoritária também faz parte da estratégia de consolidação das legendas.

Fonte: Política Livre
JIU JITSU FERNANDO MEIRA