GOVERNO DA BAHIA - TERRA MÃE DO BRASIL

Projeto de Cacau ensina a produtores técnicas de renovação da lavoura para uma melhor produção

Objetivo da iniciativa do Sebrae com outros parceiros é também aumentar a produtividade das propriedades

Os produtores de cacau da região central do estado de Rondônia tem a oportunidade de melhorar sua lavoura, utilizando técnicas de poda, manejo e adubação que são ofertadas por técnicos do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) por meio do Projeto Cacau, realizado pelo Sebrae.

Em Teixerópolis, município distante cerca de 350 quilômetros, da capital, Porto velho, a Estância Ana Julia, propriedade de agricultura familiar, gerenciada por Estevão F. Magalhães, é cliente do Sebrae no Projeto Cacau. Eles têm uma área de 4 hectares de plantio de cacau e há um ano e oito meses, recebem a assistência técnica, com técnicos do Senar sobre podas, manejo e adubação com o objetivo de melhorar a produção da lavoura e consequentemente, o produto final deles, o cacau.

A gestora do Projeto Cacau de Rondônia, na região central, Marcileide Zirondi, que é analista do Sebrae em Rondônia, comenta sobre a importância do projeto para os produtores. “Com o Projeto Cacau, nós levamos aos produtores da região central, técnicos e tecnologias que auxiliam na renovação do plantio, para que os produtores posam produzir mais e com maior qualidade”, destaca Marcileide.

A técnica de campo do Senar, Miriam Gusmão que atua na assistência técnica gerencial, explica que o cacaueiro em seu habitat natural pode chegar até 20 metros de altura e que para o cultivo tanto no sol ou cultivo sombreado é importante manter sua altura entre dois metros e meio a três metros facilitando assim o seu manejo. “A poda no cacaueiro nada mais é do que dar forma à arquitetura da copa da planta onde é importante a eliminação dos ramos que estão sombreados na planta, melhorando a respiração fotossintética dela e proporcionar melhor arejamento e luminosidade para a planta”, frisa.

Miriam comenta ainda que a poda é apenas uma etapa para garantir a qualidade na produção. “Com o Projeto Cacau, nós trabalhamos desde a análise do solo até a adubação, passando pelo processo da poda. E todas essas etapas são importantes para garantir uma boa produção na lavoura”, destaca.

Para Estevão, o Projeto Cacau de Rondônia tem ajudado muito no desenvolvimento do negócio familiar. “Toda família da estância é envolvida no processo da produção do Cacau, e através desse projeto do Sebrae e do acompanhamento técnico do Senar, nossa família tem aprendido novas técnicas que nos auxiliam no dia a dia do nosso trabalho na plantação e também no melhoramento da nossa produção”, afirma Estevão.

Fonte: https://www.rondoniadinamica.com/

Programa Estado Solidário