GOVERNO DA BAHIA - TERRA MÃE DO BRASIL

Principais desafios da advocacia são morosidade processual, concorrência e baixa remuneração, aponta pesquisa

O presidente da OAB Paraná, Cássio Telles, divulgou, durante o 3º Colégio de Presidentes de Subseções da gestão 2019/2021, os resultados do levantamento realizado pelo Instituto Paraná Pesquisas sobre o perfil e a realidade da advocacia paranaense. Foram entrevistados cerca de 3,5 mil advogados, dos quais 69% vivem exclusivamente dessa profissão. Eles responderam questões sobre as condições de trabalho, os desafios e as perspectivas para o futuro.

Sobre as dificuldades cotidianas, o principal problema apontado foi a morosidade processual, citada por mais de 43,3%. A concorrência, com 28,4% e a baixa remuneração, com 25,2% foram citadas a seguir. “Esses são aspectos nos quais temos de centrar em nossa gestão”, destacou o presidente Cássio Telles.

Quanto à atuação, 76% dos advogados têm o próprio escritório. E as áreas de atuação mais mencionadas foram Civil, Criminal e Trabalhista. Na avaliação do Judiciário, mais de 70% se sentem respeitados pelos magistrados.

Sobre o futuro da profissão, 70% querem mais rigor no Exame de Ordem e 82% se opõem à criação de novos cursos de Direito.

Representatividade

Para cerca de 75%, a OAB é a entidade que mais representa a classe. Os profissionais ouvidos consideram que a valorização profissional, a fiscalização ética e a defesa das prerrogativas devem ser as pautas prioritárias da Ordem.

Da Escola Superior da Advocacia (ESA), a classe espera mais treinamentos de capacitação e ampliação dos cursos a distância.

Para 81%, a OAB está correta em exigir a presença de advogados nos Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejuscs).

Para 67,6%, foi acertado o pedido da OAB de pedir explicações das conversas entre o então juiz Sérgio Moro e o promotor Deltan Dallagnol durante a Lava Jato.

Em relação à comunicação, o site da seccional, com 56,8%, é o meio mais citado como fonte de informações da OAB.

E 91,6% dos entrevistados disseram conhecer Caixa de Assistência dos Advogados, sendo as vacinas e o convênio com o plano de saúde os serviços mais utilizados.

(Fonte: OAB-PR)

Tele Coronavírus 155 começa a funcionar para atender a população gratuitamente na Bahia