Por unanimidade TRF1 devolve cargos a prefeitos de Porto Seguro, Eunápolis e Cabrália

Houve queima de fogos nas cidades.

José Oliveira [à esquerda], Claudia Oliveira e Agnelo Santos [à direita], foram investigados por fraudes em contratos que somam R$ 200 milhões (Foto: Montagem/G1)

O Tribunal Regional Federal da 1ª região (TRF1) acatou, nesta quarta-feira (04), o pedido dos prefeitos afastados de Porto Seguro, Cláudia Silva Santos Oliveira (PSD), de Santa Cruz Cabrália, Agnelo Santos, e de Eunápolis, José Robério Batista de Oliveira (PSD), para retomada dos cargos. As cidades ficam no extremo sul baiano.

Os três prefeitos, estavam afastados desde o dia 7 de novembro, quando a Polícia Federal deflagrou a Operação Fraternos, que apura fraude em contratos das prefeituras e da qual Claudia e Robério são alvos.

Com a decisão, Claudia Oliveira de Porto Seguro, Robério Oliveira de Eunápolis e Agnelo Santos de Cabrália, voltam aos cargos a partir desta quinta-feira(05).

Veja também