GOVERNO DA BAHIA - TERRA MÃE DO BRASIL

Otto diz que vai buscar entendimento na base para 2022: ‘Muita água vai rolar’

Senador também minimizou as recentes pesquisas eleitorais: “Ainda é cedo”

Recuperado da Covid-19, o senador Otto Alencar (PSD) afirmou na noite desta sexta-feira (23) que 2021 é o ano da articulação política visando a eleição do ano que vem. Ele ressaltou que buscará o entendimento dentro da base do governador Rui Costa (PT) para a disputa do pleito.

Sobre a campanha de 2022, o presidente estadual do PSD disse que não faz política com ambição e que enfrentará mais uma missão. “Vaidade em política é a véspera do fracasso. Eu não sou ambicioso, graças a Deus tenho missão de vida. Sou o homem do entendimento, isso que vou buscar junto ao meu grupo político o ano que vem. Muita água vai rolar debaixo da ponte. Mas, eu estou sereno e seguro. Hoje faço fisioterapia para me recuperar e voltar logo ao trabalho”, destacou o senador.

Questionado sobre as recentes pesquisas de intenções de voto para o governo da Bahia, que colocam o presidente nacional do DEM, ACM Neto, na frente do senador Jaques Wagner (PT), Otto minimizou.“Se pesquisa antes de eleição resolvesse, Wagner não tinha sido eleito, Rui Costa não era governador, eu não era senador. Eu saí atrás de Geddel Vieira Lima 10 pontos em 2014, tive mais de 1 milhão de votos de frente. Então, é cedo, é retrato de agora. Vamos em frente”, opinou.

Fonte: Bahia.ba

Programa Estado Solidário