MP sugere a procurador da Lava Jato não emitir opinião política na web

Pedido ocorre após representação feita pelo ex-presidente Lula

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) recomendou ao procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, da Lava Jato, que não expresse opiniões políticas nas redes sociais.

O pedido ocorre após representação feita ao órgão pelo ex-presidente Lula, que, no ano passado, pediu ao conselho a verificação de possível desvio de função por parte de Lima após críticas ao líder do PT publicadas no Facebook.

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, o CNMP sugeriu ao procurador que “se abstenha de emitir juízo de valor, por meio de redes sociais e na esfera privada, em relação a políticos, partidos e pessoas investigadas e/ou acusadas pela Lava Jato para preservar a integridade, a solidez, a isenção e a credibilidade” da operação.

JIU JITSU FERNANDO MEIRA