Membro da base aliada apoia saída de Temer; presidente tem ‘extrema preocupação’

Com parte dos manifestantes pedindo intervenção militar em meio ao protesto dos caminhoneiros, o governo de Michel Temer (MDB) ficou ainda mais instável. Pelo menos um parlamentar da base aliada defendeu a saída do emedebista da Presidência da República, de acordo com o blog Painel, da Folha de S. Paulo.

Coube ao presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), a ponderação de que logo mais, em outubro, haverá uma nova eleição e que, portanto, era preciso manter a estabilidade do Brasil até lá. Quem também se manifestou contra a ideia foi a senadora Lídice da Mata (PSB-BA). “Essa conversa de golpe comigo não prospera”, teria dito a parlamentar baiana, considerando o cenário atual. Toda essa movimentação tem deixado Temer extremamente preocupado, dizem aliados do presidente.

Segundo a publicação, membros do Planalto admitem que o governo cometeu “erros em série”, mas com a justificativa de que isso ocorreu porque eles não tinham informações que retratassem a magnitude do problema.

 

 

JIU JITSU FERNANDO MEIRA