McGregor nega aposentadoria e revela oferta para enfrentar Edgar

Irlandês se manifesta após declaração de Dana White sobre perda do título.

O presidente do UFC, Dana White, anunciou que Conor McGregor perderá o cinturão peso leve, já que o irlandês demonstrou desejo de dar uma pausa na carreira. Nesta quinta-feira, o Notorious se manifestou sobre o assunto e garantiu aos fãs que não vai se aposentar do MMA. Ele ainda revelou que se ofereceu para enfrentar Frankie Edgar no UFC 222, no próximo dia 3 de março, como substituto do campeão dos penas, Max Holloway, lesionado.

McGregor postou uma espécie de comunicado nas redes sociais, logo depois do anúncio de Dana White de que o irlandês seria destituído do posto de campeão dos leves. O dirigente revelou que o duelo entre Tony Ferguson e Khabib Nurmagomedov, pelo UFC 223, marcado para 7 de abril, no Brooklyn, em Nova York, valerá o cinturão linear da divisão até 70kg.  O mandatário justificou que tomou a decisão pelo fato de o Notorious ter demonstrado desejo de ampliar a pausa no octógono – ele não luta desde novembro de 2016, quando faturou o título ao desbancar Eddie Alvarez.
McGregor, no entanto, descartou qualquer possibilidade de se aposentar do MMA. E revelou aos fãs que se ofereceu para substituir Max Holloway no duelo contra Frankie Edgar no UFC 222, o que foi descartado pela organização, conforme o irlandês. O Notorious ainda mandou um recado à franquia, garantindo que o retorno ao octógono só depende da empresa.
“Eu vou lutar de novo. Ponto. Sou o melhor nisto. Coloquei o meu nome à disposição para entrar no UFC 222 e enfrentar Frankie Edgar quando Max Holloway se retirou, mas me disseram que não havia tempo suficiente para gerar o dinheiro que o UFC precisaria. Eu estava empolgado em aparecer no último minuto e derrubar o último peso pena, sem todo o resto das coisas que vêm com este jogo. Por favor, respeitem a insana quantidade de trabalho que eu fiz fora do jogo da luta. Além da luta. Estou aqui. Depende deles virem me buscar. Porque eu estou aqui”, escreveu o irlandês.
Depois de conquistar o cinturão peso leve e se transformar no primeiro lutador do UFC a manter dois títulos em diferentes divisões ao mesmo tempo – ele era campeão dos penas – McGregor não voltou ao octógono. A reaparição do irlandês foi em outro esporte de luta, o boxe, diante do consagrado Floyd Mayweather, em agosto do ano passado, em Las Vegas. O Notorious foi derrotado por nocaute técnico no 10º round, mas faturou um bom dinheiro e anunciou uma pausa para descansar com a família e acompanhar o nascimento do filho, Conor Jack McGregor.

Veja também