Lula lidera pesquisa de ponta-a-ponta em todo País mas volta a virar réu

O petista vai responder pelo crime de corrupção passiva por, supostamente, ter participado da “venda” da MP 471, que prorrogou os incentivos fiscais para montadoras de carros.

Lula lidera pesquisa de ponta-a-ponta em todo País mas volta a virar réu

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva lidera em todos os cenários de eleição para presidente da República, seja para o primeiro, seja para o segundo turno, apontou pesquisa CNT/MDA divulgada ontem. Segundo a pesquisa, Lula é o primeiro colocado na resposta espontânea, com 20,2% dos votos, enquanto Bolsonaro ocupa a segunda posição com 10,9%, seguido do prefeito de São Paulo João Doria (PSDB), com 2,4%.

O nome da ex-senadora Marina Silva (Rede) foi lembrado por apenas 1,5% dos entrevistados, enquanto o governador paulista Geraldo Alckmin (PSDB) e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) por apenas 1,2% cada. Nas perguntas estimuladas, em que nomes pré-determinados são oferecidos aos entrevistados, Lula também é o que recebe a maior parcela de votos. No primeiro cenário de primeiro turno, Lula teria 32,4%, seguido de Bolsonaro com 19,8%, e de Marina com 12,1.

Aécio aparece em quinto lugar com apenas 3,2%, atrás de Ciro que tem 5,3%. Até um tempo atrás favorito para ser o candidato tucano, o senador mineiro Aécio chegou a ser afastado do mandato em maio por decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo, após ser gravado em uma conversa com o empresário Joesley Batista na qual teria pedido R$ 2 milhões para pagar os advogados que fazem sua defesa em inquéritos na Justiça. O tucano melhor colocado nas pesquisas é Doria, que angaria 9,4% dos votos na quarta colocação em um cenário de primeiro turno que traz Lula na liderança com 32,7%, Bolsonaro em segundo com 18,4 e Marina com 12%.

No cenário em que o candidato do PSDB é Alckmin, o governador paulista também fica em quarto lugar, com 8,7% dos votos. Com 32%, Lula lidera, seguido de Bolsonaro, com 19,4%, e de Marina com 11,4%. Nas simulações de segundo turno, Lula venceria Bolsonaro por 40,5 a 28,5%; Doria, por 41,6 a 25,2%; Alckmin por 40,6 a 23,2% e Aécio por 41,8 contra 14,8%.

Réu – O juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal em Brasília, aceitou denúncia do Ministério Público Federal (MPF) e colocou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva novamente no banco dos réus. O petista vai responder pelo crime de corrupção passiva por, supostamente, ter participado da “venda” da Medida Provisória (MP) 471, de 2009, que prorrogou os incentivos fiscais para montadoras instalavas nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Informações da Reuters.