UFC 213

Líderes da Unasul farão reunião informal sobre Venezuela e Brasil

O encontro dos mandatários seria para tratar de temas candentes da região, entre eles, a crise brasileira e a situação na Venezuela.

Os presidentes de países-membros da Unasul que estarão presentes na posse de Lenín Moreno, novo presidente do Equador, na próxima quarta-feira (24), em Quito, farão uma reunião informal, de acordo com o informado pela Chancelaria argentina.

Segundo a reportagem apurou, o encontro dos mandatários seria para tratar de temas candentes da região, entre eles, a crise brasileira e a situação na Venezuela.

O presidente Michel Temer não deve estar presente. O Brasil será representado na posse de Moreno pelo subsecretário-geral para a América Latina e o Caribe, Paulo Estivallet de Mesquita.

O governo equatoriano confirmou a presença, até agora, de Mauricio Macri (Argentina), Michelle Bachelet (Chile), Juan Manuel Santos (Colômbia), Evo Morales (Bolívia) e Horacio Cartes (Paraguai).

Atualmente, é a Argentina quem exerce a presidência pro-tempore da Unasul, composto por 12 países.

Também entre os assuntos na pauta do encontro estará a nomeação do novo secretário do bloco. A Argentina apresentará a candidatura de José Octavio Bordón, atual embaixador do país no Chile, para o cargo.

Com informações da Folhapress.

Veja também