Jerônimo rebate Bolsonaro: ‘Bahia é o estado que mais investiu em educação’

“O presidente atual não tem moral nenhuma, nem ele e nem o ex-ministro dele, a fazer nenhuma crítica”, disse

O pré-candidato a governador do Estado, Jerônimo Rodrigues (PT), rebateu as declarações feitas pela oposição sobre a educação baiana. Segundo Jerônimo, a Bahia é o estado que mais investiu em educação nos últimos três anos no Brasil. “A Bahia nunca passou por um volume de investimentos tão grande. Só de obra são R$ 3,5 bilhões. O presidente atual não tem moral nenhuma, nem ele e nem o ex-ministro dele [João Roma], a fazer nenhuma crítica”, disse em entrevista à Rádio Continental AM de Serrinha

O escolhido pelo time de Lula, Rui Costa, Jaques Wagner e Otto Alencar para dar continuidade ao trabalho que vem sendo realizado na Bahia, ele afirmou ainda que “trata a educação com responsabilidade”. “Agora mesmo, nós estamos com concurso público para professores universitários, abriremos concurso brevemente para professores e coordenadores pedagógicos, renovando o nosso grupo”, anunciou o ex-secretário de Educação da Bahia.

Infraestrutura escolar

Sobre o investimento de R$ 3,5 bilhões em infraestrutura escolar, Jerônimo afirmou que “onde você chegar na Bahia, ou tem uma escola nova ou tem uma reforma de escola”.

Em relação à qualidade do aprendizado, Jerônimo recorreu aos números divulgados pelo próprio Governo Federal em 2019: “a Bahia teve a melhor performance, teve a melhor evolução da educação brasileira. Nós chegamos a crescer 25%. Dois estados apenas tiveram esse indicador”, disse o petista, ao propor que “o que vai valer para a gente é a parceria com os municípios, é cuidar do dia a dia da escola”.

O ex-titular da pasta lembrou ainda dos investimentos do Governo do Estado em programas às famílias dos estudantes na fase mais crítica da pandemia. “Veja o que nós fizemos durante a pandemia. Criamos programas como o Bolsa Presença, que se tornou um programa permanente do Estado; asseguramos vale-alimentação a todos os estudantes da Rede Estadual de Ensino; tivemos a coragem de implantar o Educar para Trabalhar, que é um programa de qualificação profissional que ofereceu mais de 110 mil vagas aos nossos jovens; mantivemos as bolsas dos programas Mais Futuro e Mais Estudo; e demos assistência psicológica e o apoio necessário aos nossos estudantes”, acrescentou Jerônimo.