UFC 213

Gandu – Vereadores e secretário foram a Salvador em busca de soluções para o problema do Lago Azul e de poços para a Zona rural

Nesta terça-feira (16), os vereadores, Bozó (PHS) e Uziel Barreto (PROS), acompanhados do secretário de agricultura do município, Jorge Sarmento e do diretor Jeias, participaram de duas importantes audiências em órgãos do governo do estado. A primeira aconteceu as 14 horas, na sede da  Companhia de Engenharia Ambiental e Recursos Hídricos da Bahia – CERB, onde foram recebidos pelo presidente,  Dr. Marcus Bulhões, em audiência agendada através dos deputados Ronaldo Carlleto e Aderbal Caldas, ambos do PP.

Ao chegarem a CERB, já se encontravam o ex-prefeito Neco Kanguçú, que estava representando o prefeito Leonardo Cardoso, que se encontra em Brasília e, o próprio Aderbal. As demandas desta pasta, trata-se de locação e perfuração de poços artesianos em determinadas localidades da zona rural do município.

Por reivindicação do vereador Uziel Barreto, as seguintes regiões serão beneficiadas: Macacos, Riachão Dantas e Barra do Monte Alegre, que teve autorização do presidente, para que seja providenciado a perfuração.

Já o vereador Bozó, que havia solicitado desde o ano passado um poço artesiano para a região do Jericó, saiu satisfeito por ouvir do Dr. Marcus Bulhões, que de uma só vez será autorizado a locação e perfuração do poço, que será instalado na propriedade do senhor Josivan da CBR, que beneficiará dezenas de famílias no raio de 02 Km.

Na secretaria do meio ambiente, a comitiva foi recebida pelo secretário de estado, o sociólogo José Geraldo dos Reis Santos, onde reivindicaram recursos para a solução do problema ambiental que está degradando o nosso cartão postal, o Lago Azul. De incio o simpático e bem humorado, Dr.  Geraldo, convidou o superintendente da pasta, Luiz Antonio Ferraro Junior, para participar da reunião e ouvir as demandas dos ganduenses e do deputado Aderbal Caldas. Prontamente, O secretário municipal, Jorge Sarmento, apresentou um Georreferenciamento de todas as nascentes, bem como dos olhos d’agua que abastecem o nosso Lago, o que foi elogiado pelo profissional da área, pela excelência do projeto criado pela própria prefeitura.

Já o vereador Uziel, discorreu sobre o assunto desde o início do problema no ano de 2014, quando algumas construções começaram a serem erguidas próximos aos mananciais, o que foi judicialmente embargado, através de denuncias do mesmo e do colega Gil Calheira (PSC).

Por sua vez, Bozó se dirigiu aos executivos estaduais, falando que além da beleza ambiental, o lago azul representa muito para nossos jovens e consequentemente para a economia, pela concentração de pessoas. principalmente aos finais de semana. Tanto Bozó quanto Uziel, afirmaram ao secretário e ao superintendente, que a população ganduense, sobretudo a juventude, tem o Lago Azul como algo pessoal, que orgulha a todos pela beleza natural, que encanta a quem passa na BR 101, ou visita nossa cidade.

Ouvindo atentamente as reivindicações, o secretário, Dr. Osvaldo, solicitou ao superintendente, que comparecesse pessoalmente a Gandu, para que possa conhecer de perto a situação, determinando que fosse incluído no orçamento um investimento urgente para solucionar o problema.

 

Fonte: Blog do Bozó

 

 

Veja também