Fundo de Segurança: Governo retira R$ 11 mi de atletas paralímpicos

O valor dedicado ao Comitê Paralímpico do Brasil vem dos recursos das loterias.

Com o objetivo de garantir o orçamento do recém criado Fundo de Segurança Pública, o presidente Michel Temer (MDB) vai retirar, segundo cálculos iniciais, R$ 11 milhões dos recursos anuais do Comitê Paralímpico do Brasil (CPB).

Segundo a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, o governo custeia 95% do orçamento do comitê com recursos das loterias, índice que representou R$ 130 milhões em 2017.

JIU JITSU FERNANDO MEIRA