Ex-estrategista de Trump diz que Mourão deveria renunciar

Steve Bannon afirma que postura do vice-presidente “machuca o Brasil e o povo brasileiro”

Responsável pela campanha eleitoral de Donald Trump, o estrategista Steve Bannon criticou a postura do vice-presidente Hamilton Mourão. Em entrevista à Folha de S. Paulo, nesta quinta-feira (4), Bannon sugeriu ao general renunciar à sua posição ao lado de Jair Bolsonaro.

– O vice-presidente está tentando mostrar que está preparado se Bolsonaro falhar. E isso não é aceitável. Não é aceitável por ser alguém do governo. Se ele não acha que pode falar a voz do governo, se é um homem de princípios, honra e decência, deveria renunciar e ir para a oposição.

Mourão desembarca em Boston, nesta sexta-feira (5), onde irá se encontrar com alunos brasileiros das universidades de Harvard e do Massachusetts Institute of Technology (MIT). A viagem, que incomodou alguns aliados de Bolsonaro, também foi alvo das críticas de Steve Bannon.

– Estou chocado que um militar não está seguindo o comando central do governo. É muito estranho ter uma pessoa do governo vindo para os EUA e marcando seus próprios compromissos. Nos outros países isso não acontece, especialmente porque tivemos uma grande delegação aqui e muito foi feito.

Bannon ainda questionou as atitudes do vice-presidente e disse que tal postura “machuca o Brasil e o povo brasileiro”. Não é a primeira vez que o ex-assessor de Trump critica Hamilton Mourão. Em março, durante entrevista à CNN, ele acusou o general de ser uma “voz dissonante” no governo Bolsonaro.