Em carta ao ‘povo brasileiro’, MST apoia candidatura de Lula

Movimento responsabiliza o “capital financeiro internacional”, os veículos de comunicação, “em especial a Rede Globo” e o Poder Judiciário pela crise.

Em carta endereçada ao “povo brasileiro”, o Movimento Sem Terra (MST) anuncia o apoio à candidatura do ex-presidente Lula (PT), preso desde o último dia 7 de abril, “por entender que ela representa a luta contra o golpe”.

O movimento também reafirma sua convicção na inocência do petista e responsabiliza o “capital financeiro internacional”, os veículos de comunicação, “em especial a Rede Globo” e o Poder Judiciário pela “crise e pela instabilidade política em que vivemos”.

“Este momento exige das forças progressistas unidade na ação e esforço em construir um Projeto Popular para o Brasil, capaz de enfrentar os problemas estruturais de nosso país, combatendo a miséria e o desemprego; retomando o desenvolvimento; enfrentando a questão habitacional e a mobilidade urbana nas cidades; garantindo saúde e educação públicas e de qualidade; realizando a reforma agrária no campo; protegendo os bens comuns da natureza e impedindo sua privatização; e, recuperando a soberania nacional”, afirma a direção nacional do MST.

Veja também