Eliana Calmon recusa convite para ser vice de Bolsonaro

A ex-presidente do Conselho Nacional de Justiça, Eliana Calmon

A ex-presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e ex-ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Eliana Calmon, recusou convite para ser vice na chapa de Jair Bolsonaro à Presidência da República.

De acordo com o colunista Lauro Jardim, de O Globo, o convite foi feito por um parlamentar que apoia o militar. Calmon, hoje filiada à Rede, já havia declarado sua desistência de disputar quaisquer cargos este ano.

JIU JITSU FERNANDO MEIRA