Dedé sugere férias, mas Aldo “quer acabar contrato com UFC o mais rápido possível”

Com quatro compromissos restantes, lutador planeja acelerar processo para se livrar da organização e poder se dedicar ao boxe, de acordo com o líder da Nova União.

Antes mesmo da segunda derrota para Max Holloway, ocorrida há um mês, Dedé Pederneiras já havia falado que a motivação de José Aldo para o MMA não era a mesma. O revés na revanche contra o havaiano não ajudou a melhorar a situação, e o treinador do ex-campeão dos penas chegou a sugerir que o pupilo se afastasse dos treinos por um tempo para tentar retomar o ânimo que lhe falta atualmente. Entretanto, o manauara tem apenas um objetivo em mente: fazer as quatro lutas que restam no contrato com o Ultimate para se ver livre da companhia e poder se dedicar ao boxe profissional, seu sonho no momento.

Apesar disso, Dedé acredita que o futuro de Aldo no Ultimate seguirá sendo entre os penas e, ao analisar a divisão, considera que o jogo pode virar a favor do brasileiro em breve. Para isso, na opinião do técnico, basta que Frankie Edgar, provável próximo desafiante da divisão até 66kg, tome o cinturão de Holloway, pois o atleta da Nova União já venceu o ex-campeão dos leves (até 70kg) em duas oportunidades.

– Se o Frankie é campeão hoje, e o Aldo já fez uma ou duas e ganhou as duas, quem seria o próximo do UFC antes? Acho que até o Frankie ia querer para tirar a limpo – afirmou, em entrevista ao Combate.com.

JIU JITSU FERNANDO MEIRA