PIRAÍ DO NORTE

Coronavírus: quarentena em São Paulo é prorrogada até 10 de maio

Decisão foi anunciada nesta sexta-feira pelo governador João Doria. Ele ainda se solidarizou com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, após ataques de Bolsonaro

Coronav%C3%ADrus-quarentena-em-S%C3%A3o-Paulo-%C3%A9-prorrogada-at%C3%A9-10-de-maio Coronavírus: quarentena em São Paulo é prorrogada até 10 de maio

O Governo de São Paulo ampliou, nesta sexta-feira (17/4), a quarentena em todo o estado até 10 de maio. O governador João Doria (PSDB) disse que a decisão está amparada pelo comitê médico e pelo grupo de contingência ao novo coronavírus.  

Doria enfatizou que o governo estadual não toma “medidas irresponsáveis, precipitadas ou fundamentadas no achismo ou ideologias ou no que pensa o governador ou o que pensa o prefeito”. O governador anunciou que o índice de isolamento na capital e em todo o estado caiu para 49%. De acordo com o peessedebista, a abertura do comércio se dará quando a contaminação estiver controlada e o sistema de saúde tiver condições de atender a todos. 

Na ocasião, o governador aproveitou para se solidarizar com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), pelos pronunciamentos do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido). “Rechaçamos os ataques que têm sido deferidos ao Congresso Nacional e muito especificamente contra o presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia. Quem agride a Câmara, agride a democracia, quem agride o legislativo, não respeita o processo democrático”, pontuou. O governador também mencionou o poder Judiciário e Supremo Tribunal Federal.

A Prefeitura da cidade de São Paulo apoiou a decisão do governo do estado. O prefeito Bruno Covas (PSDB) enfatizou a importância do isolamento social e anunciou a abertura de novos leitos. “Apesar de todo esforço que a prefeitura está fazendo para a abertura de novas vagas, nada vai adiantar se a população não seguir as medidas recomendadas”, disse.  

*Estagiária sob supervisão de Fernando Jordão | Corrreio Braziliense

Tele Coronavírus 155 começa a funcionar para atender a população gratuitamente na Bahia