Compra de Viagra pelas Forças Armadas fragilizou possibilidade de Braga Netto ser vice de Bolsonaro

Embora o presidente Jair Bolsonaro queira o ex-ministro da Defesa, general Walter Braga Netto, para sua vice na disputa pela reeleição, líderes do PP, PL e Republicanos tentam convencer o mandatário a escolher um civil, profissional da política e com capacidade de agregar segmentos do eleitorado muito além dos muros dos quartéis. A informação é da coluna de José Casado, da “Veja”.

Os desentendimentos se multiplicaram após as Forças Armadas comprarem 35.320 comprimidos de Viagra e próteses penianas. Nesta terça-feira (13), a vulnerabilidade da candidatura do general aposentado à vice de Bolsonaro era celebrada por seus adversários.

EU VÍI A EDUCAÇÃO GANHAR UM INVESTIMENTO RECORDE