Como e quando incluir dependentes no plano de saúde?

A principal intenção ao se contratar um plano de saúde é a segurança, seja ela individual, ou coletiva. Com o passar do tempo é cada vez maior a quantidade de planos de saúde que oferecem serviço de qualidade, porém é necessário ficar atento e ver qual plano se encaixa melhor no seu bolso e também às suas necessidades.

Quando família cresce o plano precisa mudar

Não são raras as ocasiões onde após a contratação de determinado plano de saúde o beneficiário deseja incluir dependentes em seu plano de saúde, se isso for discutido previamente à contratação do plano de saúde, não irá gerar qualquer tipo de transtorno ou até mesmo dor de cabeça.

Sem sombra de dúvidas, a inclusão de dependentes é um dos fatores que mais pesam na hora de escolher um plano de saúde, mas para que isso ocorra sem qualquer tipo de problemas, há planos que oferecem a possibilidade de inclusões futuras, assim como há planos que não oferecem esse tipo de modalidade, por isso, se você é solteiro e deseja se casar em breve ou então já é casado e planeja ter filhos, muita atenção na contratação de um plano de saúde.

Quem pode ser colocado como dependente do plano de saúde?

  • Cônjuge, companheiro e companheira em qualquer união estável;
  • Parentes consanguíneos de até terceiro grau, como filhos, netos, pais, avós, bisavós, tios, sobrinhos e irmãos;
  • O companheiro ou companheira na união homoafetiva, seguindo os mesmos critérios de reconhecimento de união estável;
  • Filhos, enteados ou demais pessoas que estejam sob a guarda ou então tutela judicial até 21 anos de idade;
  • Filhos, enteados ou demais pessoas que estejam sob a guarda ou então tutela judicial entre 21 e 24 anos de idade, dependentes economicamente do contratante do plano de saúde e estudantes de cursos reconhecidos pelo ministério da educação;
  • Pensionistas.

Dicas para incluir novos dependentes no plano de saúde

As principais dicas para inclusão de novos dependentes no plano de saúde são:

  • Atentar se o plano de saúde contrato permite a inclusão de dependentes e quais seriam esses dependentes permitidos antes de fechar a contratação;
  • Quando desejar incluir algum dependente em seu plano, fazer o pedido por escrito. Dessa forma, é possível comprovar que houve solicitação;
  • Caso o contrato escolhido (familiar ou individual) não permita a inclusão de dependentes, entre em contato com a rede credenciada do seu plano e converse sobre a possibilidade de inclusão de dependentes. Caso o plano permita que um dependente seja incluído atente-se aos valores e períodos de carência para o novo dependente;
  • Se o seu contrato for antigo (assinado antes de janeiro de 1999) procure pela cláusula de inclusão de dependentes. Se ela existir, você pode aciona-la.

Em casos onde o plano de saúde autoriza a inclusão de novos dependentes, é necessário atentar-se para os prazos de carência. Independentemente do tempo de contrato que o contratante do plano possui, é importante ressaltar que esse prazo de carência também pode ser negociado com a operadora do seu plano de saúde.

Sendo assim, não fique parado. Se você tem algum dependente para incluir em seu plano de saúde, observe o seu contrato e peça já a inclusão. Há diversas opções de inclusão de dependentes, procure qual a melhor se encaixa às suas necessidades e quais cabem em seu bolso. Caso você ainda não tenha um plano de saúde, procure as corretoras de sua região e contrate um plano para você e/ou para toda sua família. A segurança com a saúde deve vir sempre em primeiro lugar.

 

 

JIU JITSU FERNANDO MEIRA