Comandante da PM faz balanço de gestão e elogia investimentos de Rui

Segundo Coutinho, o desempenho da corporação é ‘fruto da política pública de segurança desenvolvida pelo excelentíssimo governador do estado’

Em discurso durante a solenidade de comemoração dos 197 anos da Polícia Militar (PM) da Bahia, na manhã desta quinta-feira (17), na Vila Militar do Bonfim, em Salvador, o comandante-geral da corporação, coronel Paulo Coutinho, fez um balanço das ações da PM em sua gestão e elogiou o governador Rui Costa.

“Conseguimos zerar os ataques a instituições financeiras neste ano de 2022, até então. Tais resultados são fruto de um primoroso planejamento operacional, com dinamização e otimização do efetivo, como a Operação Força Total, em que todos os policiais militares foram às ruas nos 417 municípios do estado. Bem como outras diversas operações policiais, capacitação das tropas, concursos como de policiamento tático e o de motopatrulhamento. Este último proporcionando uma maior dinâmica do policiamento, rapidez no atendimento a ocorrências, menor custo e maior produtividade”, declarou Coutinho, que assumiu a Polícia Militar baiana em janeiro deste ano, no lugar do também coronel Anselmo Brandão.

O comandante-geral da PM destacou ainda que o desempenho da corporação é “fruto da política pública de segurança desenvolvida pelo excelentíssimo governador do estado, com todos os investimentos realizados e toda confiança que tem dedicado à Polícia Militar”. Ele aproveitou a ocasião ainda para “externar gratidão” a Rui Costa e elencou medidas tomadas pela gestão do petista para valorizar a PM.

“Investimento em logística, o reaparelhamento bélico, a renovação e incremento da frota de viaturas. Construção e reforma de sede da unidades da Polícia Militar, seja por aumento de efetivo policial com autorização para diversos concursos públicos de admissão aos nossos quadros, seja, sobretudo, pela valorização e preocupação com nosso policial militar, maior ativo da corporação, que hoje se sente motivado e satisfeito. E isso se traduz no bom serviço de segurança pública prestado pelos policiais com benefício para a sociedade baiana”, concluiu o coronel Paulo Coutinho.