PIRAÍ DO NORTE

Caminhada melhora a resistência física, o sono e protege seu coração

Caminhada-melhora-a-resist%C3%AAncia-f%C3%ADsica-o-sono-e-protege-seu-cora%C3%A7%C3%A3o Caminhada melhora a resistência física, o sono e protege seu coração

A caminhada rápida é um ótimo treino cárdio, que pode ser realizado em ambientes fechados ou ao ar livre, a qualquer hora do dia ou da noite e sem a necessidade de se associar necessariamente a um ambiente de academia ou equipamentos especiais. Cárdio é a abreviação de cardiovascular, o que significa que envolve o coração (cardio) e os vasos sanguíneos (vascular). Um bom treino cardio deixa o coração mais forte e eficiente, melhorando o transporte do sangue rico em oxigênio para todos os músculos, órgãos e tecidos do corpo.

Há muitos benefícios em caminhar, além de aumentar sua aptidão cardiovascular. Uma rotina regular de caminhada rápida pode ajudar a:

  • Reduzir o risco de doenças cardíacas, derrame e diabetes;
  • Melhorar o fluxo sanguíneo;
  • Controlar a pressão arterial, os níveis de colesterol e de açúcar no sangue;
  • Construir músculos e ossos mais fortes;
  • Melhorar o sono;
  • Aumentar os níveis de energia e Turbinar a função cerebral, o equilíbrio e a coordenação.

O recente estudo (2019) “Walking pace is inversely associated with risk of death and cardiovascular disease: The Physicians’ Health Study” — “O ritmo da caminhada está inversamente associado ao risco de morte e doenças cardiovasculares” —, publicado pela Atherosclerosis, avaliou cerca de 22.000 pessoas do gênero masculino entre 60 e 77 anos, com acompanhamento de mais de 9 anos, para determinar qual a intensidade e ritmo da caminhada que, quando reduzido, foi pontuado como um indicador de possíveis eventos cardiovasculares e risco de mortalidade, mesmo quando o tempo total da caminhada é mantido.

Acredita-se que o ritmo da marcha seja um marcador de vitalidade, pois requer a integração de múltiplos sistemas, incluindo os sistemas cardiovascular, pulmonar, nervoso e músculo-esquelético, além de apoio e equilíbrio. Dessa forma, um ritmo de caminhada mais lento pode refletir em um menor impacto no organismo — sendo menos eficiente quando falamos em prevenção —, afetando a longevidade. Da mesma forma, foi postulado que estresse oxidativo e inflamação significativa poderiam ser outro mecanismo associado a marcha mais lenta, contribuindo assim para uma possível doença cardiovascular.

Tele Coronavírus 155 começa a funcionar para atender a população gratuitamente na Bahia