Black Friday: CDL espera crescimento de 3% nas vendas

Na análise do presidente da entidade, a data já se consolidou nas lojas físicas e contribui para o fechamento do último trimestre do ano.

Acompanhando a expectativa do Sindilojas, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Salvador (CDL Salvador) projeta crescimento de 3% nas vendas do varejo durante a Black Friday, no comparativo com o ano passado.

Ao bahia.ba, o presidente da entidade, Alberto Nunes, afirmou que a data contribui para o fechamento do último trimestre do ano.

“O movimento da Black Friday no Brasil começou com força nas vendas online. Aos poucos foi ganhando a adesão de lojas físicas. Nos últimos anos as promoções no período se disseminaram tornando a data importante”, disse.

Os artigos mais procurados no período são os eletrônicos, eletrodomésticos, roupas, calçados e acessórios.

Apesar das boas perspectivas, o presidente da CDL teme que o setor seja prejudicado devido ao impasse entre lojistas e empregados que foi parar na Justiça e chegou a proibir que lojas de shoppings centers funcionassem aos domingos e feriados.

acordo firmado em outubro se encerrou no último domingo (18).

JIU JITSU FERNANDO MEIRA