Banco do Nordeste lança cartão de crédito com limite de até R$ 100 mil

Clientes do Infinite têm acesso às salas VIPs dos principais aeroportos do mundos. Os pontos do Programa Nordeste Mais têm validade pelo dobro do tempo dos demais cartões

O Banco do Nordeste lançou o novo cartão de crédito Infinite com pacote de benefícios para pessoa física. O novo produto traz a bandeira Visa e oferece como vantagens o limite de crédito exclusivo de até R$ 100 mil, fator de conversão de pontos no Programa Nordeste Mais de dois pontos para cada dólar gasto e acesso às salas VIPs dos principais aeroportos do mundo. Além disso, o prazo de validade dos pontos acumulados no programa de fidelidade é de 48 meses, o dobro dos demais cartões da família BNB (Classic, Gold e Platinum).

Outra vantagem do cartão é a possibilidade do cliente zerar o valor da anuidade de manutenção. Caso o cliente consuma mais de R$ 8 mil por mês, não é necessário pagar a tarifa. Caso a utilização mensal seja acima de R$ 4 mil, o cliente paga apenas 50% da anuidade. Ou seja, somente R$ 41,50 por mês, após a aplicação do desconto.

O lançamento do novo cartão acompanha um movimento de expansão nessa modalidade de pagamentos. Segundo dados da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs), em 2021, houve um aumento de 40,6% nas transações com cartões de crédito. Foram mais de 4 bilhões de transações a mais que no ano anterior. Ao todo, os cartões de crédito movimentaram cerca de R$ 490,5 bilhões no país. Para 2022, ainda segundo a Abecs, as concessões de crédito nos cartões deverão permanecer em patamares elevados, favorecidas pelos baixos índices de inadimplência e pela própria recuperação econômica, com melhora nos indicadores do mercado de trabalho.

O superintendente de Empréstimos, Transações e Serviços Bancários, Alison Ramon Santos e Silva, ressalta que não é preciso manter conta corrente no BNB para utilizar o produto. “Para solicitar o Infinite, o cliente só precisa estar dentro do público-alvo do cartão e observar as condicionantes para a contratação, tais como cadastro ativo, renda comprovada e limite de crédito. Os clientes também poderão ter acesso ao portfólio de produtos do Banco, como seguros e empréstimos consignados”, ressalta.

Uso de cartões cresceu mais no Nordeste

Um estudo do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene), que utilizou dados da Abecs, identificou que o crescimento no uso de cartões de crédito, débito e pré-pagos, em 2021, foi maior no Nordeste que no Brasil. Na Região, as compras com cartão cresceram 33,5% de 2020 para 2021 com a movimentação de recursos passando de R$ 245,7 bilhões para R$ 328 bilhões. Em todo o Brasil, a alta foi de 33,1%. As operações no País somaram R$ 2,65 trilhões.

Segundo o Etene, as compras realizadas por meio do sistema já vinham se expandindo e intensificaram-se no ano de 2021. Foram estimuladas, em grande parte, pela digitalização das transações na economia e pela recuperação do consumo de bens e serviços no país, a partir do arrefecimento da crise sanitária.

O valor transacionado via cartões, em 2021, representou cerca de 50% do consumo das famílias no ano. Ou seja, os cartões movimentaram, pela primeira vez, mais da metade dos gastos comerciais das famílias brasileiras. Para 2022, a projeção é de que este percentual alcance 60%.