Após polêmica com MP, Gusttavo Lima tem show cancelado em Minas

Cachê de R$ 1,2 milhão foi motivo de polêmica nesta semana. Verba seria destinada a saúde e educação

Foto: Divulgação

Um show de cachê milionário do cantor Gusttavo Lima, que seria realizado em Minas Gerais, foi cancelado. O prefeito da cidade de Conceição do Mato Dentro, José Fernando, anunciou o cancelamento através das redes sociais, no sábado (28).

No vídeo, o prefeito cita o adiamento e afirma que a festa na cidade foi envolvida “numa guerra político-partidária” que não teria nada a ver com a celebração. Cita ainda que, por ela, já passaram nomes como Zezé Di Camargo e Luciano, Maiara e Maraísa e César Menotti & Fabiano.

“Infelizmente nós vamos ter que adiar a vinda do ‘embaixador’”, disse, se referindo a Gusttavo Lima, “e também do Bruno e Marrone, por questões eleitorais que tentaram envolver Conceição do Mato Dentro, a cidade e minha honra pessoal”.

De acordo com a Folha de S.Paulo, o cachê de R$ 1,2 milhão foi motivo de polêmica nesta semana após ser revelado que a verba seria destinada a saúde e educação. No caso, o dinheiro sairia da Compensação Financeira pela Exploração Mineral (Cfem).

Na última semana, o Ministério Público de Roraima instaurou um inquérito para investigar a contratação do show de Gusttavo Lima, com cachê no valor de R$ 800 mil pagos pela Prefeitura de São Luiz.