Amanda Nunes diz que será a maior de todos os tempos se vencer Cyborg

Campeã peso galo subirá uma categoria para enfrentar a compatriota.

Amanda Nunes terá o maior desafio da carreira no dia 29 de dezembro. Campeã do peso galo do UFC e com vitórias significativas, como sobre Miesha Tate e Ronda Rousey, a brasileira subirá para a categoria peso pena e tentará tirar o cinturão da compatriota Cris Cyborg.

— Este é o momento. Não havia muita coisa acontecendo em ambas as divisões, então penso que esta luta vai fazer muito barulho no MMA feminino de um jeito que não foi visto antes. Estou ansiosa. Se você vai enfrentar os melhores lutadores tem que estar preparado para uma guerra, uma luta muito aguardada. É o que importa, dar um show para os fãs e continuar a fazer história — disse Amanda, em entrevista ao site MMA Fighting.

Na avaliação de Amanda Nunes, ela se tornará a maior lutadora da história do MMA feminino se vencer Cyborg. Ela seria, neste caso, a primeira a ter cinturões de duas categorias femininas diferentes no UFC.

— Com certeza. É a razão para eu tomar a decisão de subir de divisão. Quero que os fãs lembrem de mim assim. Ganhando no dia 29 de dezembro, não vou sair da cabeça dos fãs, com certeza. Conquistar isso, ser a única mulher brasileira a se tornar campeã em duas divisões… A única mulher, a única brasileira, seria uma grande conquista. Será uma grande luta, uma luta que fará história, e vou sair vitoriosa mais uma vez — completou.

Amanda e Cris se enfrentam no UFC 232, em Las Vegas, nos Estados Unidos. Será o último card do Ultimate em 2018.

Fonte: Combate
JIU JITSU FERNANDO MEIRA